El condor trae


Da série: MEMÓRIAS 


Olha, para uma gravidez de gêmeos fraternos, os sintomas seguem “leves” se comparados com outras mulheres. Sim, para dormir é uma lutadura algumas vezes  já que a barriguinha, que apareceu desde o primeiro mês, aumentou mais. Já cresce desde o plexo. Katy sofre aumentos de temperatura durante a madrugada. Uma vez, duas… três… E por ai vai… Eu vou dormir às 1h quase. Até que ela se sinta confortável. Em 95% do tempo consigo estar aí como cão de guarda. Falando em cachorro, Kiara – nossa Golden Retriever, tem de ir fazer suas necessidades às 6h, antes que eu vá trabalhar. Na volta dou sua comida e ela dorme sem incomodar Katy que deve despertar um pouco antes das 8h.
O primeiro trimestre está próximo de se culminar. Quarta temos a bateria de explicações quanto a translucência nucal, sangue, urina  etc.
Li, ouvi e relatei comentários sobre gêmeos. Há casos onde, ainda que em bolsas separadas, podem ser gêmeos idênticos.


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sigam-me os bons

Os escolhidos

Os escolhidos
Sim, porque eles nos escolheram.

Quem sou eu

Minha foto
Nasci em 1976 em São Paulo/Brasil - Brasil. Vivo em Lima/Peru. São-paulino, jornalista e pai de Zoe, minha amada filha com minha doce Katy, peruana de Lima. Sou um cara que escreve sobre experiências, crônicas e tudo que se relacionou com a gravidez múltipla dela e crescimento da filhota. Na semana 34 tivemos a ida de Mateo de volta ao paraíso. Zoe ficou para ilustrar nossa vida num 29/10/2013 e nasceu com 36 semanas. Uma prematurinha linda que cresce saudavelmente.

Seguidores