Os 27 bebês


Lembram que eu comentei que diversos amigos terão filhos no mesmo ano em que nossos rebentos nasceriam? Bom, eram 27 em total. Foram duas perdas gestacionais: a de uma amiga nossa perdeu seu bebê aos 6 meses de gestação, Valentino era seu no
me. Ela teve de esperar por duas semanas seu corpo fazer o trabalho de um parto natural. Mateo foi o outro bebê, aos sete.

Os bebês e 2013:
Peru: Alessia, Facundo (foram 2), Gonzalo, Ivana, Cristiano, Zoe (foram 2), Mateo (foram dois com o meu), Flavia, Leonardo, Lia, Salvador (foram 2), Andrea, Ricardo, Miranda, Vincenzo, Arianna, Aitana e Begoña

Brasil: Maria, Rodrigo, Giovana, Sofia e Nicolas.

Isso sem contar os de vocês, amigos paternos e maternos de 2013. Saúde para todos vocês, pelos rebentos nascidos e pelos que virão. E pelos que foram também. São 12 bebês que separei em meu blogroll, "Nascidos out.nov".


Soube que hoje é o Dia da Saudade....
Dia da Saudade... Muita saudade de você...
Toda a saudade do mundo...
Todos os dias...



Trilha
By the Sea - Suede (Ouçam, é mágica)
New World - DeVotchka (Também é mágica)


Puro corazón: 3 meses


Você Zoe, é acusada de trazer alegrias sem fim a um lar  e está castigada a receber baterias de beijos e abraços - e cafunés- de seu pais hoje! Vale salientar que também receberás doses extras de carinho dos tios e tias que passarão por aqui. Obrigado a todas as forças por nos darem esse presente divino.

Ah, ontem a lombriguinha foi ao pediatra com Katy, dessa vez não pude ir. Mandei uma lista para o Sr Salas, entre elas, uma perguntando se é normal que Zoe durma na vertical e desperte cruzada no berço; se posso dar banho nela debaixo do chuveiro, é saudável que o bebê assista TV com os pais etc...


Om Tare Tutare Ture Soha
Foto de domingo passado em casa quando a madrinha Thais nos visitou com seu namorado Carlos. Mas então, o pediatra disse que:
- Crescimento e peso normais
- Pode tomar 250ml por dia de água morna para ajudar em que o "#2" saia mais fácil. 
- Tomou 2 vacinas, uma intramuscular (Chorou pacarai dessa vez) e outra de gotinha (amou rs).

"É uma menina feliz"
Dr Salas

PS: Se forem assistir TV com um bebê, que seja com a luz do teto ligada, pois somente a luz da TV para eles é prejudicial. E o banho com bebê não é recomendado devido a acidentes.




Positivo!

A Juliana do Devaneios de uma Tentante conseguiu seu positivo! Parabéns! Muitas felicidades para vocês três!  Muito axé pra vocês!



"Comis e bebis" peruanos

É uma das melhores do mundo. Eu não tinha ideia de como a comida aqui é vista como na França ou Itália, isto é, representa a nação. Ah, quem estiver em São Paulo, ou for,  e quiser saber um pouco sobre a culinária peruana, deve ir a estes lugares:

El Rinconcito Peruano (Comida caseira peruana) 
Huaco Restobar (Comida fusão e tradicional peruana. Conheçam ao chef Christian, é um amigo) 
La Mar  (Frutos do mar. Peça um "ceviche" para começar. É da rede do famoso Gastón Acúrio) 
Rocky's (Frango grelhado ao estilo peruano)
Chifa Wok (Fusão de culinária peruana com chinesa) 
Se houver "Inka Cola", refrigerante típico daqui à base de erva-cidreira, peçam! Amo. rs
Algo alcóolico? Tudo, destaque para o "pisco sour" ou "algarrobina".





Trilha
Parabéns prá Você
Passarinho - Tiê


Como nascem os pais ciumentos


Vou falar por mim, e de alguns aí

Presente da tia Ritinha
Eu sempre fui anti ciúmes, menos com meus cds... Mas anti ciúmes que se uma ex dissesse "tô indo porque eu gosto do Tiririca", eu agradecia, pois não quero mais dor de cabeça com ninguém. Para que sofrer, né? Nós azaramos uma mina aqui, outra ali, namoramos outras, somos sérios, cafajestes, canalhas, não necessarimente nessa ordem e esclarecendo que eu não me encaixo em todas esses adjetivos acima, somente nos positivos. Rá!
Por inexperiencia podemos perdoar, por maldade, também, mas as meninas deveriam afastar-se de meninos problemas, daqueles que levam anos tentanto conquistar o coração do menino "x".


Há uma semana fomos à praia com Zoe, lembram? E foi eu pôr o pé no condomínio e notei um burburinho no ar. Havia uma festa no condomínio. Andando, veio um grupo de umas 4 meninas, de uns 15, ou 16 anos que, sem salto alto, deveriam ter 1,80, microssaia tamanho mini-p, tops animal print e de umbigo de fora e deixando aquele rastro de perfume pelo ar que passou por mim e Luis Miguel. Com os olhos marejados você pensa: e se fosse a minha filha? Claro, as mães já conhecem o caminho das pedras também, mas eu sou pai de uma menina e quando chegar essa fase, o que fazer? Educar e deixar, não? Todos tivemos nossa fase. Solta a linha do pipa e deixa voar.

Mais adiante mais tsunami de meninas que cheiravam a uma mistura de leite com Chanel n#5, Natura, Fendi, o que fosse... Essas nem animal print traziam, era a microssaia com a parte de cima do biquini. Vish, pensei em mudar-me pro Tibet, sabe aqueles templos metidos na rocha? Com família, mala e cuia.

Claro, esse é o pensamento do homem machista que trago nos genes (pensando comigo)... Tudo isso é muito novo para mim... Então, pensei: "Se a molecada hoje está assim, imagine em 15 anos..." Vou deixar o rio seguir seu curso, mas também vou estar na colina para qualquer emergência. Aprendi sozinho que se proibimos, os filhos fazem pelas costas e se perde a confiança...Massss, sempre um olho no gato e outro no queijo, né?

Por outro lado, aqui é muito mais sussa que muita festa que "meu primo contava" (a culpa é sempre do primo, do irmão, do amigo da firma, né?) no Brasil. Mas esse apego misturado com ciúme é amor, gente rs.. Mentira, não creio que ciúme seja amor. Tirando isso de ciume, há um lado de segurança, e a galera masculina tem seus artifícios para desequilibrar a uma menina... Sejam coisas lícitas ou não... É instruir e educar, as coisas como são, preto no preto, branco no branco.

Eu tô me preparando para estes momentos... Todo mundo pensa no menino bom para a filha, né? Aquele que é educadíssimo, conta piada, até muda de time pelo sogro, mas cá entre nós, esse filme é como Sessão da Tarde, eu já vi mil vezes.


Nominando

Luciano na Hebe há muitos (muitos, mesmo hahaha):
- Ah, Hebe, uma vez uma fã disse: "pus o nome do seu irmão no meu filho". E eu perguntei:
- Ah, senhora, você pôs Zezé, não?
- Não, Luciano, eu pus Mirosmar!
A cara do Luciano foi de "porqueeeeee???" rs
Vocês pensaram assim, de uma forma espiritual, gramaticalmente correta e quase que de no-bullying (Não poria Romario nem a pau, juvenal!)


Eu queria "Mabel" antes de me apaixonar por "Zoe".



A mais nova criação do capeta chegou até aqui.
Cotonete: mil e uma utilidades de um bombril

(Publicação antiga, de 2013)
Zoe teve um quadro de obstipação, mais conhecida em todos os banheiros como prisão de ventre. E sofreu uma meia hora até que pedimos auxílio ao pediatra. Ele foi categórico: "usem a metade um supositório de glicerina". Usamos e, em 10 segundos, Zoe já estava evacuando. Três dias é o limite para um bebê estar sem sujar as fraldas com o #2. Mas o bom é que não introduzimos o supositório, ou seja, o que "ativou" Zoe foi o toque ao pressionar essa região.  Lembrei de uma receita que li em um livro: a pontinha do cotonete com óleo Johnsons, somente de toquinhos na "porta" e voilá! Também funcionou! O supositório deslizava muito entre os dedos, o cotonete não, além do mais fácil de manusear, era "menor". Não introduzimos, apenas "batendo  na porta".


Em 6 meses aqui, tenho 30.000 visualizações. É bom isso? Espero estar a ajudar como vocês me ajudam. 


Hoje acordei inspirado... hehe

Trilha
A Day in Life -  The Beatles












o/


O "o/" representa uma pessoa com o braço erguido, tipo que acena

Relógio 00:00
7h da manhã e o refrescante Pacífico ao fundo
E olha que eu nasci de 43 semanas. Por um erro no cálculo do médico, passei 3 semanas a mais curtindo o papel de pickles no liquido aminiótico. Nasci roxo como uma beterraba, faltou oxigênio e este, que vos escreve, quase morre. Para que tanta novela, não? Poderia haver nascido e pronto. Se conceber um bebê em 1976 era complicado, imagine antes... Quando não havia saneamento básico, hospitais... Na Idade Média... Na época das cavernas... Cruzes! Já é difícil engravidar, nascer então, eu chamaria de o toque divino. Não há outra explicação... Acredito que sejam toques divinos. Assim como aqueles que se perdem na primeira ou na última semana. Perdi um irmão, o do meio, prematuro. Perdi um filho, prematuro. Doi pacarai...
Difícil é ser fecundar.




  Relógio 00:01
Nisso, temos de comer para desenvolver. Já é difícil dar o peito, a fórmula... É difícil crescer longe do joelho roxo, a bocarra quebrada ou a picada do pernilongo. Tudo pulula em nosso corpo, somos umas mini bombas de alegria, cocô e xixi, elementos que são convertidos incrivelmente em alegria. E se meus pais morressem? E se eu fosse abandonado? Sei lá.
Difícil é dormir.


Relógio 00:02
Fomos bebês, já andamos, gritamos, damos dentadas... E seguimos dependentes dos pais hetereos, dos pais homossexuais, do tio, da tia, dos avós, seja quem for, mas que deem amor. Seguimos frágeis.
Difícil é crescer.

Relógio 00:03
A escola. Uma maravilha de lugar. Ou o inferno para outros. Eu dançava frevo entre os dois aí citados. Eu sempre estive nas classes com os melhores alunos. Mas na 5a série, me puseram com a escória do colégio. E cresci.
Difícil é não cabular aula e não sofrer bullying.


Relógio 00:04
"Ô, a Célia tá grávida". Acho que Célia foi uma das minhas primerias amigas adolescentes a ter um filho ainda no colegial, o pai também era do nosso grupo de amigos. Nasceu sua filha, saudável e feliz. Que fácil é conceber, difícil foi nascer. E crescer não posso opiniar, mas imagino, solteira, adolescente e sem emprego, não foi fácil. Não nos falamos mais depois do colegial. O pai da criança? Não sei. Havia outro amigo, que já comentei aqui, ele ainda no coelgial, teve três filhos com três mulheres diferentes num mesmo ano...
Difícil é manter o passarinho e a periquita quietos. É bom, vai! #partiuadolescencia (seja H ou M).


Relógio 00:05
Seguimos vivos. Talvez nossos pais, não. Nossos irmãos talvez não, também. Um dos grandes amigos de nossa família morreu quando eu tinha 13, meu pai e minha avó paterna quando eu tinha 18 anos (mãe e filho no mesmo ano...) e um tio querido aos 19.
Difícil é entender.


Relógio 00:06
E aí você é assaltado. Tem um revólver prateado apontado para a sua cabeça e um cara diz: "passa o walkman". Meu, uma pistola por um walkman?
Difícil é manter-se vivo longe violência.


Relógio 00:07
E aí você é assaltado de novo. Tem dois revólveres pretos apontados para a sua cabeça, um de cada lado da janela e um cara diz: "passa o carro". Meu, duas pistolas por um carro? Feliz por estar vivo.
Difícil é não haver pagado (eu no caso) a renovação do seguro do carro uma semana antes.


Relógio 00:08
E apaixonar... Seguiremos juntos até morrer velhinhos? Fieis ou não. Carnívoros ou vegetarianos? Teremos um filho? Filha? Vários? Mas acaba depois uma semana... Uns vêm, outros vão, uns têm, outros, não. Tenho uma amiga que teve um filho com o primeiro que viu numa festa porque já estavam na base 30. Suas amigas que tiveram filhos aos 25 e já que tinham namorado, metade está separada ou prestes a isso. A minha amiga base 30 vive feliz com o seu "primeiro que passou pela frente".
Difícil é ter, querer é inspirador.


Relógio 00:09
E olha, ela engravidou? Sim, não? Será tranquilo? Não? Nascerá? Nascerão?
Difícil é prever...


Relógio 00:10
Nasceu... Nasceram.... E os pais nesse papel? Busca o protagonismo? Deixar para a mãe? Dividir?
Difícil é não morrer...




Relógio 00:11
Nasceu... Nasceram.... E os pais nesse papel?
Difícil é viver, mesmo...

Relógio 00:12
E começa tudo de novo, mas novo, mesmo. Tudo novo, mas diferente. Eu queria ser eterno com minha família... Vou clonar minha Zoe, sou louco por ela.
Difícil é deixar de aprender. Ainda bem...



É muito difícil chegar a qualquer etapa, até mesmo a este blog.







Trilha
1 - Brian Eno
New World - Devotchka


Parabéns, Sampa!


Porque metade desse coração é paulistano, meu!



Trilha
São Paulo - 365


Momentos de Zoe


Simplesmente ela

Essa publicação estará no ar até amanhã, pois apagarei o vídeo, mas manterei os comentários e colocarei uma foto para manter este post.
Subi para que vocês a possam conhecer melhor hehehe.
Ao som da banda preferida de Katy, 45 segundos de nossa pérola: Zoe.


PS 1: Record de sono: 7 horas seguidas pela NOITE.

PS 2: O vídeo foi criado a partir de um programa bacana e de fácil uso chamado Spark para iOs.
Não sei se há versão para smartphones versões Android ou Windows

Vídeo RETIRADO DO AR. 29.01.2014
 



 



















Trilha
In these Arms - Bon Jovi


Lift me Up


Os anos vão...

Dizem que John Lennon escreveu "Mother" aos 40 anos. E daí? Todo mundo escreve músicas para seus entes queridos. Mas Lennon escreveu aos 40 porque foi quando "sentiu saudades" de sua progenitora e por aí de seu pai. Infância maternal e paternal complicada... McCartney escreveu "Hey Jude" para Julian, o filho de Lennon que também ficou pelo caminho, ou seja, "distante" do pai pela separação na época. Ian McCulloch, cantor do Echo & The Bunnymen escreveu em 2013 "Lift Me Up", algo como "levante-me", um "upa upa" na linguagem infantil já que ele cita "seus pais" (podem ser outros) na canção e momentos de infância. 

1977, Silvio, Jorge e Maria



"Ma, ma, mother come for me
Ma, ma, ma they've come for me
Ma, ma, mother come to use
So fa, fa, father come for me
Fa, fa, fa they've come for me
Fa, fa, father come to me"
Clique e ouça, é uma obra prima...








2014, minha filha Zoe.
Meu pai me carregava também. Ele morreu em 1996, ataque do coração, num 30 de dezembro. Fim de ano e para sacramentar, dia 01 era seu aniversário. Minha mãe segue viva em São Paulo. Sim, tenho muitas saudades deles juntos, de nós juntos. Aproveitem o tempo com seu pais, filhos etc... E ouçam seus conselhos também, uma parte de minha vida reconhece que eu deveria haver aceitado as palabras deles em vez de rebater com um taco de baseball. Jovens...






The Baby Box



Eu somente sei que as pessoas fazem maldades como estas, não morrem do coração, pois isso elas não têm. Deem play abaixo e fiquem de boca aberta, de coração na mão e tentem sentir quase um segundo de ira como eu. Mas feliz por haverem pessoas como as do filme que ajudam a dar um basta na violência infantil. Doi mas há uma caixa no fim do túnel.
Assista aqui. Leve um lenço, pode necessitar...








Trilha 
Lift Me Up - Ian Mcculloch

Milk - Sea Ollena

Milk - Garbage

Neighborhood/  Tunnels - Arcade Fire
Poison Heart - Ramones


O bebê que balança o berço


Zoe no berço

Ontem às 22h30
Chegou o grande dia. Ou a grande noite. Depois de notar que o bercinho ao lado da cama restringia seus movimentos, decidimos no domingo que Zoe iria a seu quarto pela primeira vez a passar uma noite completa no berço Queen Mary II. Minha sogra comprou o mosquiteiro e às 22h30 mais ou menos do dia 21 de janeiro de 2014, Zoe L. M. de dois meses e meio seguiu dormindo por mais uma noite completa. Já são 18 dias consecutivos. Mas ela reclamou por duas vezes, uma às 2h para comer. "Vale isso, Arnaldo?" Comeu de olhos fechados e praticamente sonâmbula pela primeira vez. A segunda reclamação foi às 4h porque estava com frio. Apesar disso, seguiu dormindo porque apenas quis avisar do frio e da fome.



Ontem às 23h00 Veem a Zoe?

O engraçado de diversas noites de vários casais:
- Jorge! Jorge!
- Que!? Que, Katy? 
- Zoe tossiu!
- Ué, levanta e vai ver, né?


Ontem às 23h01



















Asu, madre (algo como: "caramba, mãe!")

O grande ator peruano Carlos Alcántara é um hors concours aqui no Peru. O cara veio muito no estilo do it yourself e conseguiu sua consagração ao levar ao cinema, o stand-up de sua infância. Mas no filme, ele é coadjuvante, pois o personagem principal é sua mãe. Se puderem, assistam, é incrivelmente engraçado. Ah, todas as narrativas são reais segundo ele, até mesmo no dia em que ele nasce (mãe solteira), o senhor que aparece no filme e que chega com um tubo de esgoto atravessado no peito no hospital, ainda vivo, é verídico!


Marlinda


Espoca o riso

Zoe e mamãe/ Zoe y mamá
Facundo e Zoe/ Facundo y Zoe
Um fato curioso, prestenção!... Estávamos Zoe e eu no jardim Zoe, num banquinho típico de praça quando de repente, aparecem uma babá com dois meninos gêmeos de 1 ano e meio... Óbvio não pensar mais ainda em Mateo. É explícito, é morder lâmina de barbear sendo banguela... Bate aquela saudade, como diria o Renato Russo, "de todo que eu ainda não vi", quero chorar mas quando menos esperava, Zoe me agarra pelo colarinho da camiseta, me puxa e me sorri... Morri, não? Sorriu e me deu uma paz, com se dissesse: "suave na nave, pai". Zoe ri tão intensamente agora, pelas manhãs parece que comeu um pacote de sorrisos angelicais provenientes do céu que esperamos a hora em que ela se desperta para desfrutar de sua alegria que estampa endorfina em nossos corações. Por um convite de Luis Miguel (padrinho de Zoe) fomos com sua esposa e seu adorável filho, o pequeno Facundo de 7 meses a um balneário chamado Asia aqui em Lima. Um calor de rachar mamona, mas ela dentro de casa. Ainda demos uma volta pela orla às 7h, coisa de 20 minutos, quando não havia sol ainda. Parte da costa de Peru, sentido sul, isto é, sentido Chile, é deserto. Deserto de areia, não de desabitado hehehe. E construíram toda uma cidade no meio deste deserto costeiro, algo meio Las Vegas, mas claro, sem a "living la vida loca" de lá.


Éramos 4

Achei essa foto ontem. A antiga cômoda do quarto das crianças em 2013. Ainda continha o porta retrato com o US 4D deles, os bichinhos de pelúcia de cada um abaixo e o quadro com o logo que fiz deles de um desenho de Mr Whaite. Hoje mudou a foto, trocamos os puxadores por uns de rosas brancas. O quadro assinado é o do dia do Chá de Bebê que fizemos em julho de 2013. Pode-se ainda ver os macacões brancos de cada um, uma das roupas amarelinhas de pintinho que cada um tinha. Os sapatinhos... Esse trocador foi a cama de Zoe por um mês quando dormia conosco. Subiámos uma ponta para evitar o refluxo e ela dormia feliz aí. Depois passou a um moisés e quando iria para o berço, a umidade estragou a pintura. Ah, vocês snão sabem disso, né. A umidade em Lima chega a uma tarde meio londrina, a 98% de umidade. E o berço com pintura nova, estragou algumas partes. O marceneiro teve de fazer os reparos... Mas ficou bonito de novo.


Vacina BCG

Aqui se aplica quando o bebê tem 3 kg ou mais de 3 kg. E a vacina BCG? Nosso pediatra sugeriu que não. Uma criança pode ser saudável e não ter nada sem vacina, ao menos que uma pessoa com tuberculose espirre diretamente na sua cara. Não pusemos. Alguém aí não pôs? Pôs? E mais, vocês tomaram diuréticos enquanto estavam gestando? Katy tomou algumas vezes porque suas pernas pareciam que iriam explodir de tanto acúmulo hídrico. As pernas voltavam ao normal quando tomava um comprimido ou quando eu massageava as peranas. Mais adiante,  ela parou por vontade própria, por medo de gerar algum desconforto ou problemas mais sérios aos bebês durante a gestação. As outras vacinas Zoe tomou (contra polio, hepatite-B, difteria, tétano, coqueluche,) aos dois meses de idade.


Trilha

Tender - Blur
LSF - Kasabian

Fake Plastic Trees - Radiohead
Doom & Gloom - The Rolling Stones
 


Pacote de arroz "Tio João"


5 quilos e 40g em 2 meses e meio

Ontem Katy saiu pela primeira vez dirigindo com Zoe atrás. Claro, minha sogra foi ajudando atrás, senão a mãe em questão aí não sai nem da garagem. Eu aconselhei que até que Zoe tenha mais peso e possa ficar sem estar "sobrando" no bebê-conforto. Nossa Zoe, o Palmito Limenho-Brasileiro, alcançou 5 quilos à base de muito cafuné, beijos (dos pais), carinhos e altas doses de onças (agora sei medir! Cada onça contém 29,5 ml. Valeu de novo, Tami! Alguém sabe agora a função desses números quebrados, caceta?). Tudo saudavelmente feliz e com dobrinhas mordíveis. E já vamos 13 dias de sonos ininterruptos! Claro, você deve dizer, como esse cara consegue, não?

- Banho às 20h. A trilha sonora passeia por gêneros  populares e clássicos. Sempre que podemos, há música na casa, mas no banho tornamos meio que momento spa, saca? Claro, não dá para pôr um Slayer, coisas calmas... Zoe a-m-a seu banho.
- 23h passeio com direito a cantoria ao pé do ouvidinho. As vezes tenho a impressão que ela fala "eu" de tanto que falamos "eu te amo" ou que eu haja cantado "eu amo você" do Tim Maia. rs Por falar no Tião, leram o livro da biografia dele? Vale Tudo – O Som e a Fúria de Tim Maia, de Nelson Motta. Vish, desculpem, tenho de abrir um parênteses aqui para comentar um trecho formidável que lembrei:


Uma vez Tim Maia pediu a um de seus músicos que utilizassem seu Fusca 66 para buscar três lasanhas para a banda que ensaiava. Se você triscasse a pele no Fusca seguramente morreria de tétano antes de chegar ao PS. E foi lá o Tim e disse: "Pega meu Fusca e vai buscar as lasanhas". Mas o carro não tinha o vidro de trás... O Método Maia foi aplicado, Tim pegou a capa (somente a capa) de um disco, abriu e disse: "ponha atrás para tapar". O músico incrédulo: "Tim, tem militar pelas ruas e se "os homi" me param?". Tim interpelou: "Pode confiar, mermão, tem a nossa foto no disco, os 'puliça' são meus fãs". Não deu outra, o carro com pneu careca e todo esculhambado foi parado pela polícia. O melhor foi o argumento do Zé Mauricio, músico da banda, depois de apresentar a carteira de motorista e ouvir o pedido de documentos do carro: "Ih, seu guarda, não temos documentos do carro, não. Nós somos músicos do Tim Maia...". Mostraram o disco e o guarda conferiu que eram eles, mesmo. E um dos músicos falou: "Leva a capa, quando der, o senhor passa no estúdio e lhe damos o disco". O policial aceitou! "Sou fã dele, mesmo!".  Anotaram o endereço e pronto. Horas depois, toca a campainha... Tim grita "sujou!" e corre para esconder as coisas ilícitas. Tim:
- Quem é?
- Ô, Tim Maia, sou o cabo Jorge.
O cabo levanta a capa e mostra o disco...
- Ô, galera, alguém pega um disco aí pro Cabo Jorge!
Tim sacramentou: "Não falei que eram meus fãs?".

Eu rio demais com isso. Alem do mais, o Cabo tinha meu nome... hehehe

Foco! Foco, Jorge! E Zoe dorme.
Filha, quando você ler essas coisas, tenho certeza que você soltará um sorriso de orelha a orelha. rs


Quanto às fotos de ontem

Até o Adolf já foi criança...





Trilha
Eu Amo Você -  Tim Maia
To The Unknow Man - Vangelis
Orient Express - Jean Michel Jarre 




O espermatozoide fundamental


Tal pai, tal filha

Se eu invertesse a ordem do título seria muita sacanagem, a tarefa é de ambos. Mas o espermatozoide fundamental é um truta muito do sabido. E de gente sabida devemos estar atentos. Quando eu observo a Zoe imagino esse pequeno grão de acrossoma e enzimas lutando entre milhões iguais a ela. Seu rosto é uma cópia em HD de mim, numa versão angelical e bonita. Antes que nascessem, eu pedia que fossem como Katy, porque eu me acho meio modelo Quasimodo do Castelo de Grayskull.. Enfim, minha bergamota com perninhas (ela tá meio ruiva, mesmo) tem a casca do papai aqui e o miolo da mamãe. Já se notam algumas semelhanças. E seguimos já com 11 dias dormindo a noite toda... E quando ela acorda é uma alegria só, rapeize... Ela sorri, tenta falar, se move toda... Depois de 5 minutos se ouvem as trombetas da fome: ueeeeeeee!! Toma seus 60 ml matinais que podem chegar a 120 ml (Tamires, obrigado por explicar as onças! Muito obrigado!). A boquinha dela formou um coração. hehehehe

Desejo a que todos (pai também gera, né!) possam ter, sentir, gerar, conceber e cuidar de seu espermatozoide fundamental. Ou no plural...


"Até no lixão nasce flor"

A frase acima é do Mano Brown dos Racionais... O Brown sempre é citado nas paletras do Eduardo Suplicy e se puderem, assistam a uma dele, é supimpa. Então, o Brown uma vez disse que se pudesse mudaria o nome do grupo para Os Emocionais, porque para ele, o ser humano é mais sentimento que razão. Quando eu me emociono eu caio nas lágrimas, tipo o Oscar no Pan de 87. Da mesma forma em que assusto com o dark side desse planeta em que vivemos e seus discipulos do apocalipse que ferram a vizinhança por aqui. Nossa mente é mesmo uma arma, não? Ainda mais se tivermos a receita do negativismo... Juntando tudo num patchwork de más energias...  No meu paroxismo sobre ter ou não filhos, a ideia de trazer um ser indefeso devia-se a todos meus medos sobre o futuro de nosso planeta... Todos os dias leio sobre as temperaturas gélidas que forram os EUA e do calor capaz de fritar um ovo na Avenida Paulista em São Paulo... Assistam a isso: Spooky Ice Invasion... Fiquei aterrorizado... Agora explica isso para a molecada... E eles não são tontos, menos ainda nos dias atuais...

Mas assista a esse vídeo aqui também: The Is Still Time. Pode mudar. Ou não. Ainda há como mudar nossa conduta para mudar o planeta. A música "Losing My Religion" do REM não faz relação com religiao, mas sim com a expressão "perdendo a fé". E esse video ainda me ajuda a ter fé em um lugar melhor para nós, nossos filhos e todas as pessoas do mundo. A todas, mesmo. Seja quem for.


Ah!

Lilian, Ofner é certeza hehe. Minha esposa gosta de fazer tours de coxinha, mas a da Ofner é a preferida hehe. Quero levá-la ao Veloso. Torresmo, então... E qualquer coisa com catupiry!
Agora, se quiserem ir conosco ao Rio, bora! :D


E observem a estas fotos, quem são? Não vale buscar pelas imagens do Google!










Trilha
Depois da Queda o Coice -  Os Paralamas do Sucesso
I Feel i'll Float Away -  Suede
Pur -  Cocteau Twins
O Adventista -  Camisa de Vênus (a versão de ao vivo de 88 em Santos é fantástica)



  


Translucência Nucal


MAIO de 2013

Havia deixado esse texto como rascunho e não publiquei por bundão. 
Mas hoje resolvi publicá-lo.

Baby Trend Navigator Double Jogger Stroller - Sonic
Mês das mães... Mães (e pais) o nome pode gerar muitas reações: translucência nucal... Muita gente acredita que um bebê é somente inserir os milhões de espermatozoides e que depois de nove meses nascem, não? Conosco  o nome gerou uma tensão, ainda mais em Katy, que sofre muito com a espera, com a resposta para tudo na vida... Fomos realizar um ultrassom 4D grátis que está incluído dentro de nosso plano de saúde, a cada três meses tínhamos direito a um "na faixa". Os outros fizemos por nossa curiosidade e foram pagos. Tudo bem bacana, ambiente, aparelhos, etc no consultório. 

O primeiro bebê, chamado de "bebê 1" (ainda não sabíamos os sexos) foi encontrado rapidamente pelo médico maternal. Praticamente formadinho. T-o-d-o-s  o-s  o-s-s-o-s, medidas e o sexo?… Quase! Esse doutor mostrava tudo pelo aparelho. Incrível. Ele propôs em 95% que seria mulher. Vibramos muito, sempre quisemos uma menina. A translucência nucal estava dentro dos limites “normais” da medicina, 2.0 mm. O "bebê 2", o médico indica que há 90% de ser menino, onde aparecia o seu (em suas palavras) “tubérculo… e impressiona”. O Dr. observa a TC do bebê 2. Seu silêncio de quase 1 minuto também emudece a todos… "Algo não está “dentro” dos padrões". Sua TC indicava 3.2 a um primeiro instante e 3.9 em outro. Ele foi claro, "é um exame que não define nada, apenas alerta uma possibilidade".

A TC não é um descarte muito menos um indicativo final. É um parecer médico que ele indica exames que terão de ser realizados. Minha esposa e eu ficamos absortos quanto ao tema de que o bebê possa sofrer durante a gestação ou... A translucência nucal é uma pequena prega na região da nuca fetal e seu tamanho permite estimar o risco que o feto tem para síndromes genéticas, em particular a Síndrome de Down. Passei o domingo a ler fóruns e páginas especializadas. Ainda não há nada escrito, tudo depende de sua ordem cromossômica ainda que tenha uma TC elevada. Caso queira saber como está o bebê, existem técnicas invasivas e não invasivas para o diagnóstico. Em ambas há um risco, como a de por exemplo, aborto.

Katy fez um exame cromossômico. O resultado demorou porque foi enviado aos Estados Unidos.
Resultado: nenhum problema cromossômico. Isso nos ajudou a tranquilizar, e muito. Imagino as pessoas que recebem um diagnóstico fatal... Não quisemos pôr em risco de morte a nenhum, ou ambos bebês. Que venha como tenha de vir. Amor, carinho, força e abraços não faltarão.
Em caso que nosso segundo bebê fraterno tivera alguma anomalia, será bem-vindo por nós igualmente a qualquer outro. Apenas que não sofra.
Crianças, em 2014 estaremos no Brasil.


JANEIRO de 2014

Janeiro de 2014, nosso bebê fraterno 2 - Mateo não chegou...
Mas está conosco de alguma forma... E em alguma forma.

Alguns comentários extras:
a) no quinto mês fizemos outro ultrassom 4D. A TC estava normal, não aparentava nenhum traço anormal de medição em quem seria Mateo.

b) Se você tiver de ir ao médico para fazer sua TC, vão tranquilos. Tudo pode passar, tanto de bom, quanto de traumático. E alguém tem de segurar as pontas do lado mais triste.

c) Para quem não soube, vendemos o carrinho a um casal aqui em Lima que justamente necessitava de um desses para seus gêmeos: uma menina e um menino. Mateo sempre ajudando.






Trilha
Adieu, Adieu -  Stereo Total
Spring Song -  Mendelssohn 


O sono dos sonhos é realidade


Dos 75 dias, hoje cumprimos 9 dias em que Zoe dorme deliciosamente toda a noite desde que a pusemos em seu bercinho ao lado. Ela já toma quase 8 onças de leite (alguém aí manja de conversão para ml? É urgente! kkk). Ah, e o pequeno furacão soltou as primeiras lágrimas quando chora hehe Olhei e "nossa, chorou com lágrimas". Já sorri, busca brincar com os bonecos... Sexta agora irei à embaixada do Brasil aqui em Lima para fazer seu registro de cidadã curumim do Brasil. E a pirralha não pode ver uma TV que começa a assistir. Evito mas ela busca, busca e busca. Acho que pelo som também. Aqui uma foto fresquinha de ontem.

Nosso pai interno e eterno

Forrest Gump - O Contador de Histórias (Forrest Gump, 1994) é um dos meus filmes preferidos... E essa cena sempre me faz pensar no que trazemos de nossos coroas... Gump, interpretado pelo genial Hanks, toma em conta como foi maltratado psicologicamente por um tsunami de eventos negativos e de limitações na infância (hoje chamam de bullying). Meu pai teve muitos defeitos, mas eu não recordo de nenhum. E o amarei para sempre. Isso é realidade dentra da ficção, portanto não vou entrar em detalhes de crianças em guerras ou situações que demandem desgraças.

Independente se você for homem ou mulher, todos nós, nascidos, tivemos um pai. E levamos isso dentro, quer você queira ou não. Algo como diria Arnaldo Antunes, "Saiba, todo mundo foi neném, Einstein, Freud e Platão, também Hitler, Bush e Sadam Hussein" (Saiba). Mas eu tenho inumeráveis recordações boas, edificantes, heroicas, educadoras, protetoras e amorosas de meu pai. Recordo que ele tinha a caligrafia mais bonita que vi em minha vida, era como ver a Pero Vaz de Caminha escrever a primeira cara a Portugal sobre a chegada dos portugueses ao Brasil. Minha caligrafia parece um monte de pentelho unido pela lógica da língua portuguesa. Obviamente, tinha seus defeitos, mas lembro de nenhum... Acho que me manteve longe disso... Ele me ensinou a desenvolver a arte, minha mãe a matemática. Domingão era Roberto Carlos no carro e meu irmão e eu no chiqueirinho-maleta da Caravan. Meu coroa nunca me bateu, nunca chegou bêbado, nunca foi agressivo, era um anjo com barriga de chopp. Fez de tudo para que tenhamos de tudo dentro de nosso universo até os meus 18 anos, idade em que ele regressou ao paraíso. Isso cortou de uma forma aberrante nosso crescimento. Mas e você, homem, consegue dar-se conta de coisas que traz de seu pai e que carrega nos genes e que remete ao seu progenitor? Você mulher, que traz de seu pai? As vezes pintamos as melhores coisas para sentir-nos bem e passar o bem, mas cada um traz perfis diferentes. E alguns não positivos, mas que sempre servem para apreder.




Trilha
Leus Jeux Interdits - Marie Laforet
Quando - Roberto Carlos (Esse K7 do "Em Ritmo de Aventura" rodou várias vezes no Bosch Rio de Janeiro da Caravan)
Vida Loka - Criolo, Emicida e Mano Brown AV



Virado no Jiraya!


Os Pais Mirabolantes estão na área!
Se liga nas pardas aqui.

Bom fim de semana.

LJ (Não é uma "U", e sim L e J)


A girafa é muda


Verdade verdadeira

Em 2012, caminho a Cajamarca, uma cidade ao nordeste do Peru, no meio do caminho, a filha da melhor amiga de Katy, entre 9 pessoas dentro de um carro (9 em uma Pilot), escolheu a mim para responder uma inquietude e dispara: "Tio João*, que som a girafa faz?". Houve um silêncio no carro e fui certeiro, como um jab de boxe: "Corazón, la jirafa es muda". O silêncio se ouviu... E perdurou por uns 10 segundos que pareceram 10 anos. E todos não acreditavam hehehe #saidebaixomodeon

*Como Jorge era um nome muito comum e todos esperavam que meu nome fosse o tipo Eliverson, Ubirajara ou Mirosmar (nome real do Zezé di Camargo) ou Tiririca, puseram-me João. Na verdade, soa "joau" visto que o som nasal do til não sai em vogais em espanhol, somente na "ñ". Saravá, meu pai... Si suncê se chamá Joau, suncê tá lascado...

Mas então, depois analisei e pensei se isso houvesse gerado algum trauma nela. Não fez nenhum estrago que me veja como uma pessoa abjeta, mas igualmente, me preocupei.

E você, mãe ou pai, vive num policiamento ostensivo tipo a Gestapo com tudo que fala? Solta cobras, lagartos e "alhos" pelos ares, vive de boa? Dosa com conta gotas? Eu escutei um palavrão entre meus pais quando eu já tinha 13 anos anos, não lembro se falavam coisas "cabeludas" antes. Ah, e eu lembro claramente o que minha mãe disse ao meu pai nesse dia, mas não o direi aqui hehehe


Moment Cam

Tá rolando uma febre de umas fotos nesse formato. São da Moment Cam e cria uns efeitos em base ao rosto da pessoa. Fiz uns teste de como Zoe seria já de maiorzinha. Será assim? 




 ?

Fomos à celebração de Natal com Papai Noel, recordam? Mas um detalhe me deixou mais com a pulga atrás de orelha que cachorro com pulga atrás do rabo quanto ao presépio. Encontrem.




Trilha
Terceiro. - Ultraje a Rigor
Asleep - The Smiths
At My Most Beautiful -  REM
Talk Show - Pedro Suárez-Vértiz
















Só As Mães São Felizes?


Pai: ator coadjuvante?

Reparem no dedinho da ratinha!
Para quem trabalha fora, casado (a) ou não, com pessoas do mesmo sexo ou opostos, mas que de alguma forma mantêm uma relação estável, amorosa ou curiosa, há duas tarefas: 
a) Antes do nascimento: a de estimular e manter um contato meio Chico Xavier com o (a) filho (a) e um contato de casal com a esposa, que esposa também é mulher, é humana (não é bacana pô-la num plano de natureza morta, né?).
b) Depois que nasce, conciliar trabalho e vida familiar.
Deixando bem claro, não tô me fazendo de coitadinho em busca de apoio hehe. Tô mais que feliz, apenas pensativo no meu papel de "coadjuvante". E não, não somente as mães são felizes, os pais são felizes. Inveja saudável rs.



O (a) filho (a) nasceu. Mãe 1 x 1 Pai. A mãe sofreu com a gestação, mas o júbilo do nascimento é muito maior, algo transcendental. O pai observa, ganha charutos e vêm as perguntas: "E aí, nasceu com saco grande?" (sim, uma vez perguntaram a um amigo assim em São Paulo), "que bom que é homem, assim mantêm o nome do pai" (que nojo disso, parece criadouro de gado?) ou "ceeerto.. no fim de semana fazemos aquele churrasco". E com menina rola uma coisa horrível e machista: "Ihhh, rapaz, dá mais trabalho", "gasta mais" ou a pior "quando crescer, apresentamos pro meu garoto". vsf... Enfim, o pai fica feliz, sorriso de orelha a orelha, mas quem dá de mamar? A mãe. Por obra natural da vida. Mãe 2 x 1 Pai.

Até agora, por mais alegre e cansativa a rota, a mãe desempenha um papel divino, eu diria que atuam como deusas, visto que traem a vida. Mãe 3 x 1 Pai. Cazuza uma vez disse "as mães nos dão a vida mas elas não nos dão a vida" (Só As Mães São Felizes). Ontem li que os alemães estão buscando estar mais tempo com suas famílias e deixando a vida profissional em segundo plano. Gzuis, lá é lindo, não? Agora aplica isso aqui na linha mundial abaixo da linha do equador... Amanhã vou chegar em casa e dizer: "Katy, a partir de hoje vivemos de amor e luz como a Gretchen e a Cher". Voltando, os alemães buscam direitos como os de as mulheres, isto é, uma licença paternidade maior como as mães têm em países como o nosso Peru, Brasil e outros, horários de trabalho flexíveis... Tentarei buscar o artigo para que possam ler.

Então, foco... Foco... Ontem cheguei em casa às 21h e Zoe quase dormindo nos braços dela. Eu sempre saio às 17h devido ao horário flexível, mas ontem rolou até as 21h... Nisso, a mãe, Katy no caso, teve uma longa jornada de responsabilidades com Zoe, mas ao mesmo tempo, estar com ela ou com seu filho é único, intransferível e dantesco. Zoe esteve com os avós, o tio e os cachorros. Mãe 4 x 1 Pai.

Eu passei as últimas três semanas em família e, praticamente, colei Zoe a meu corpo com Super Bonder, fita crepe e pus um canudinho na boca dela para eu pudesse respirar. Pois eu sabia que depois a veria menos. Óbvio isso gerou uns esgares, aparecem algumas vozes femininas me crucificando que eu era acachapante e que espragatava minha filha contra os meu peito. Cocei meu umbigo com minha esposa, vimos filmes, nos divertimos e viajamos. Mas voltou a realidade de trabalhar, de pôr comida na mesa enquanto Katy ainda pode cuidar de Zoe sem ajuda de terceiros e regresse a trabalhar e dividamos as coisas. Mãe 4 x 2 Pai.

Zoe passará pelo menos dois anos com a mãe, aproveitando ao máximo. Eu? Saio às 17h chego às 17h30 em casa e agradecerei à vida por tudo que me deu e dá. Mãe 5 x 2 Pai.


O mesmo resultado da final da copa de 1958, Brasil 5 x 2 Suécia.


PS: Sugestão: aos que não fazem questão do robozinho do Google que existe nos comentários, poderiam eliminá-lo? hahaha esse ano puseram mil números para validar o comentário. kkk #rialto

Zoe, meu anjo, você já leva quatro noites seguidas inteiramente dormidas das 23h até as 6h. Obrigado, filhota, nosso sono agradece hehehe


Trilha
Eu Sem Você - Dolores Duran
Irene - Rodrigo Amarante








Zoe on the Road


Primeira viagem na estrada de Zoe. Fomos convidados por uns amigos (todos com filhos) a visitá-los no dia 04 de janeiro em sua casa na praia. Bom, praia para mim sempre foi um porre, um trâmite mais sem graça e de forças gigantes entre prepparar, ir, e voltar... Calor, areia e cerveja era bonito para mim nas músicas de bossa nova. Até que vim ao Peru, a água é mais fresca em Lima, então eu me posso me refrescar sem estressarme.

Bom, o calor... Radiação e demais fatores que poderiam ser prejudiciais a Zoe. Pus uma tela de algodão na janela para bloquear os raios que poderiam passar o window-film do carro. Acomodei mantinhas leves e de médio calor para ela e Katy (a mãe também é gente, rapaziada).
Juro, haviam mais coisas de Zoe que de nós, os pais. Era o carrinho dela com o carseat (bebê conforto), a caminha que se acopla na base do carrinho, e demais elementos como água, comida, fraldas, roupas que trocar etc. É uma hora de percuso, mas com família a velocidade diminui. Fizemos em duas horas. Durante todo o percurso Zoe foi tranquila, sem demais exigências. Meu aporte como pai? Levem roupa de frio para os bebês. Ainda que forem para a praia, levem algo com mangas. Lá estava uma temperatura de 30°C mas de noite chegou a 17°C devido a fenômenos climáticos que somente passam aqui. Vocês sabiam que "El Niño" nasce no Perú? Aqui em Lima há uma lagoa que hoje existe graças e esse fenômeno climático! Nesse lugar não havia nada além de areia e pedra! 


Mima, quando formos a São Paulo, óbvio que buscaremos estar com todos os amigos daí hehe.
Naty, tenha certeza que passaremos aí também por nosso querido nordeste e aquele acarajé!


PD 1: Levem uma banheirinha se quiserem, senão banho as vezes que necessitar e pode ser na pia.
PD 2: No dia em que chegamos, Zoe, sua mãe e eu completávamos oito anos juntos. São oitos anos no Perú. Um lugar que me deu trabalho, como comer, com abrigar-me, uma cama limpa, amor, uma esposa, uma nova família, me deu a minha própria família, amigos (isso se incluem vocês), uma cadelinha e combustível para seguir vivendo. E Zoe junto a nós nesse dia. Obrigado à vida.,


Trilha
Worship You - Vampire Weekend



2013-2014


Filha, um dia você há de conhecer esse espaço aqui.
Olha nosso primeiro ano novo!
Amo a vocês duas!

Zoe, ao lado está o caminho onde encontrar pessoas amáveis e sumamente importantes. Acho que a que primeiro iremos conhecer será a super tia Lilian e família para comer a coxinha de frango com catupiry da Ofner com eles em São Paulo. Quem segue a lista? :D























Trilha
Se Fiquei Esperando Meu Amor Passar - Legião Urbana
¿Por que te Tengo que Olvidar? - Jose Feliciano
Harmonic Necklace - The Penguin Orchestra

Sigam-me os bons

Os escolhidos

Os escolhidos
Sim, porque eles nos escolheram.

Quem sou eu

Minha foto
Nasci em 1976 em São Paulo/Brasil - Brasil. Vivo em Lima/Peru. São-paulino, jornalista e pai de Zoe, minha amada filha com minha doce Katy, peruana de Lima. Sou um cara que escreve sobre experiências, crônicas e tudo que se relacionou com a gravidez múltipla dela e crescimento da filhota. Na semana 34 tivemos a ida de Mateo de volta ao paraíso. Zoe ficou para ilustrar nossa vida num 29/10/2013 e nasceu com 36 semanas. Uma prematurinha linda que cresce saudavelmente.

Seguidores