Translucência Nucal


MAIO de 2013

Havia deixado esse texto como rascunho e não publiquei por bundão. 
Mas hoje resolvi publicá-lo.

Baby Trend Navigator Double Jogger Stroller - Sonic
Mês das mães... Mães (e pais) o nome pode gerar muitas reações: translucência nucal... Muita gente acredita que um bebê é somente inserir os milhões de espermatozoides e que depois de nove meses nascem, não? Conosco  o nome gerou uma tensão, ainda mais em Katy, que sofre muito com a espera, com a resposta para tudo na vida... Fomos realizar um ultrassom 4D grátis que está incluído dentro de nosso plano de saúde, a cada três meses tínhamos direito a um "na faixa". Os outros fizemos por nossa curiosidade e foram pagos. Tudo bem bacana, ambiente, aparelhos, etc no consultório. 

O primeiro bebê, chamado de "bebê 1" (ainda não sabíamos os sexos) foi encontrado rapidamente pelo médico maternal. Praticamente formadinho. T-o-d-o-s  o-s  o-s-s-o-s, medidas e o sexo?… Quase! Esse doutor mostrava tudo pelo aparelho. Incrível. Ele propôs em 95% que seria mulher. Vibramos muito, sempre quisemos uma menina. A translucência nucal estava dentro dos limites “normais” da medicina, 2.0 mm. O "bebê 2", o médico indica que há 90% de ser menino, onde aparecia o seu (em suas palavras) “tubérculo… e impressiona”. O Dr. observa a TC do bebê 2. Seu silêncio de quase 1 minuto também emudece a todos… "Algo não está “dentro” dos padrões". Sua TC indicava 3.2 a um primeiro instante e 3.9 em outro. Ele foi claro, "é um exame que não define nada, apenas alerta uma possibilidade".

A TC não é um descarte muito menos um indicativo final. É um parecer médico que ele indica exames que terão de ser realizados. Minha esposa e eu ficamos absortos quanto ao tema de que o bebê possa sofrer durante a gestação ou... A translucência nucal é uma pequena prega na região da nuca fetal e seu tamanho permite estimar o risco que o feto tem para síndromes genéticas, em particular a Síndrome de Down. Passei o domingo a ler fóruns e páginas especializadas. Ainda não há nada escrito, tudo depende de sua ordem cromossômica ainda que tenha uma TC elevada. Caso queira saber como está o bebê, existem técnicas invasivas e não invasivas para o diagnóstico. Em ambas há um risco, como a de por exemplo, aborto.

Katy fez um exame cromossômico. O resultado demorou porque foi enviado aos Estados Unidos.
Resultado: nenhum problema cromossômico. Isso nos ajudou a tranquilizar, e muito. Imagino as pessoas que recebem um diagnóstico fatal... Não quisemos pôr em risco de morte a nenhum, ou ambos bebês. Que venha como tenha de vir. Amor, carinho, força e abraços não faltarão.
Em caso que nosso segundo bebê fraterno tivera alguma anomalia, será bem-vindo por nós igualmente a qualquer outro. Apenas que não sofra.
Crianças, em 2014 estaremos no Brasil.


JANEIRO de 2014

Janeiro de 2014, nosso bebê fraterno 2 - Mateo não chegou...
Mas está conosco de alguma forma... E em alguma forma.

Alguns comentários extras:
a) no quinto mês fizemos outro ultrassom 4D. A TC estava normal, não aparentava nenhum traço anormal de medição em quem seria Mateo.

b) Se você tiver de ir ao médico para fazer sua TC, vão tranquilos. Tudo pode passar, tanto de bom, quanto de traumático. E alguém tem de segurar as pontas do lado mais triste.

c) Para quem não soube, vendemos o carrinho a um casal aqui em Lima que justamente necessitava de um desses para seus gêmeos: uma menina e um menino. Mateo sempre ajudando.






Trilha
Adieu, Adieu -  Stereo Total
Spring Song -  Mendelssohn 

11 comentários:

  1. Confesso que eu fui com medo, muito medo fazer a TN do João.

    Na minha 2° gestação, me lembro que eu vivia rezando para que meu filho nascesse perfeito. Naquele tempo eu era de um jeito, e logo que perdi mudei. Prometi pra mim mesma que na minha próxima gestação meu filho não precisava vi perfeito aos olhos dos homens, e sim perfeito aos olhos de Deus.

    Meu medo na TN do João era se eu visse algo errado.. o que fazer? mas lembrei do meu pedido, e orei pedindo apenas pela saúde do meu filho, do jeito que tivesse que ser.

    E deu tudo certo.

    Mateo chegou sim, está sempre olhando por vocês. Não digo ao lado, pois, espirita que sou, penso que ele está em um lugar muito iluminado, um berçário para um anjo como ele é... mas que ele olha vocês, ah ele olha.

    Fiquem com Deus família!

    Besos amigo!

    ResponderExcluir
  2. Todos, T-O-D-O-S os exames me davam medo!
    Não tinha um que eu não tivesse que ir que ia tranquila. Sempre apreensiva...
    Por isso, penso muito numa segunda gestação. pelo meno, pela tortura da espera dos resultados dos exames. sofri horrores pra engravidar e não sei se perdi algum, pois como tinha problema na tireóide e não sabia, posso ter tido vários abortos espontâneos, inclusive nas 3 FIVs que fiz.
    Foram inúmeros, incontáveis exames... até estar preparada pra 4ª FIV, que não aconteceu, porque um mês antes, engravidei naturalmente, após iniciar a medicação para o hipotireoidismo.
    Mas confesso, a gestação toda foi de medo. Mesmo sabendo que dê o que der, vamos amar, criar, ficamos apreensivos, né?!?
    Sim, Mateo está junto de vocês, cuidando de vocês e da irmãzinha Zoe, com certeza! Uma estrelinha brilhando!
    bjo!

    ResponderExcluir
  3. Nunca fiz nenhum exame desses, mas imagino que pais e mães faltam morrer de medo de algo dar anormal...
    Mateo esta e estará sempre com vocês =)
    Bjus aos três!!
    http://seraquevousermae.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Depois de 2 abortos, todos os us me davam um medo terrível. Tinha medo de dar alguma alteração, claro, mas meu medo maior mesmo era de não o ter mais comigo. Eu queria era vê-lo ali.

    Mas hoje, lendo seu post, vejo que o teria de qualquer jeito, como ainda tenho vivos em meu coração meus dois anjos que partiram tão cedo. Como Mateo ainda pratica o bem por aqui e enche seus corações de amor.

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Jorge! Qdo vcs vem pro Brasil??? Para onde vão? Praia vermelha ou ofner?
    Sobre o exame, conheço casos de exames como esse que saíram errado. E uma prima minha teve o exame considerado normal e o baby tem síndrome de down e é um lindo! Enfim, acho q o q importa no fim do dia é o amor! Né? Bjs

    ResponderExcluir
  6. Ainda não passei por essa experiência, mas acredito que quando a minha hora chegar vou ficar apreensiva... só espero ser tão forte quanto vcs caso visualize alguma anormalidade. Abraço!!!!

    ResponderExcluir
  7. Ah, Jorge, mas eu também ficava tensa nesses exames... O TC e a morfológica me tiraram o sono, tanto na gravidez do Tatei quanto na da Nana... Acho que é normal a gente ficar assim, né?

    E que linda a fotinho da Zoe... Um anjo em forma de gente! E dormindo a noite toda já?!? Que bênção!!!

    Bjs pra família linda!

    ResponderExcluir
  8. É um exame que deixa a gente preocupado mesmo...e ainda que a gente saia de lá com um resultado bacana, nem tudo está seguro. Enfim...ainda assim, melhor fazer.
    Mateo...torci muito por vc e sei que vc está aí, de alguma forma, como disse seu pai!

    ResponderExcluir
  9. Ufaaaa... que texto!
    Lemos no consultório da clinica onde aguardávamos a consulta com o médico, para saber o que possivelmente aconteceu com nosso tratamento sem sucesso.
    Sabemos de onde vem essa força e sabemos que tudo tem a sua hora e seu momento.
    Mateo sempre estada vivo nos corações de vocês.
    Crescemos muito com cada queda, acredito muito nisso!

    Moro na zona oeste, saio do trabalho na casa verde e vou até lá, toda segunda-feira, me faz um bem danado.
    Ahh que bonitinho ver o nome do meu blog aqui do ladinho, me dá mais inspiração em continuar.

    um beijo no corações de vocês :)

    ResponderExcluir
  10. Meu amigo Jorge!
    Tive uma gestação muito tranqüila e apensar de nao ter sido planeja, foi muito desejada e feliz! E eu te falo uma coisa, em TODOS os meus exames, eu ficava apreensiva, nao dormia a noite anterior! Fazia promessas! Hahahaha
    Mas graças a Deus deu tudo deu tudo certinho! E sim, Mateo estará sempre no coração de vcs.

    ResponderExcluir
  11. Olá Jorge, conhecendo se blog hoje, realmente existem alguns exames que nos amedrontam, tive uma gravidez trigemelar (2 meninos e 1 menina), que as 34 semanas tornou-se gemelar, minha menina parou de evoluir, tudo aconteceu muito rápido, logo internei e meus meninos nasceram, foi um momento de muita dor, mas eu ainda tive a honra de comemorar a chegada dos meus meninões Gabriel e Vinicius.

    Ainda me vejo a pensar como seria se ela estivesse aqui, a correria, as brincadeiras, o universo das princesas, ainda dói, ainda me pego de luto na data que tudo aconteceu, mas posso dizer que estou superando, as alegrias que os dois me trazem são grandes motivos pra seguir, curtir e ser feliz! Me identifiquei mt com vcs, sempre estarei por aqui.

    Bjs nessa fofolenta da Zoe!

    Ju

    ResponderExcluir

Sigam-me os bons

Os escolhidos

Os escolhidos
Sim, porque eles nos escolheram.

Quem sou eu

Minha foto
Nasci em 1976 em São Paulo/Brasil - Brasil. Vivo em Lima/Peru. São-paulino, jornalista e pai de Zoe, minha amada filha com minha doce Katy, peruana de Lima. Sou um cara que escreve sobre experiências, crônicas e tudo que se relacionou com a gravidez múltipla dela e crescimento da filhota. Na semana 34 tivemos a ida de Mateo de volta ao paraíso. Zoe ficou para ilustrar nossa vida num 29/10/2013 e nasceu com 36 semanas. Uma prematurinha linda que cresce saudavelmente.

Seguidores