Só As Mães São Felizes?


Pai: ator coadjuvante?

Reparem no dedinho da ratinha!
Para quem trabalha fora, casado (a) ou não, com pessoas do mesmo sexo ou opostos, mas que de alguma forma mantêm uma relação estável, amorosa ou curiosa, há duas tarefas: 
a) Antes do nascimento: a de estimular e manter um contato meio Chico Xavier com o (a) filho (a) e um contato de casal com a esposa, que esposa também é mulher, é humana (não é bacana pô-la num plano de natureza morta, né?).
b) Depois que nasce, conciliar trabalho e vida familiar.
Deixando bem claro, não tô me fazendo de coitadinho em busca de apoio hehe. Tô mais que feliz, apenas pensativo no meu papel de "coadjuvante". E não, não somente as mães são felizes, os pais são felizes. Inveja saudável rs.



O (a) filho (a) nasceu. Mãe 1 x 1 Pai. A mãe sofreu com a gestação, mas o júbilo do nascimento é muito maior, algo transcendental. O pai observa, ganha charutos e vêm as perguntas: "E aí, nasceu com saco grande?" (sim, uma vez perguntaram a um amigo assim em São Paulo), "que bom que é homem, assim mantêm o nome do pai" (que nojo disso, parece criadouro de gado?) ou "ceeerto.. no fim de semana fazemos aquele churrasco". E com menina rola uma coisa horrível e machista: "Ihhh, rapaz, dá mais trabalho", "gasta mais" ou a pior "quando crescer, apresentamos pro meu garoto". vsf... Enfim, o pai fica feliz, sorriso de orelha a orelha, mas quem dá de mamar? A mãe. Por obra natural da vida. Mãe 2 x 1 Pai.

Até agora, por mais alegre e cansativa a rota, a mãe desempenha um papel divino, eu diria que atuam como deusas, visto que traem a vida. Mãe 3 x 1 Pai. Cazuza uma vez disse "as mães nos dão a vida mas elas não nos dão a vida" (Só As Mães São Felizes). Ontem li que os alemães estão buscando estar mais tempo com suas famílias e deixando a vida profissional em segundo plano. Gzuis, lá é lindo, não? Agora aplica isso aqui na linha mundial abaixo da linha do equador... Amanhã vou chegar em casa e dizer: "Katy, a partir de hoje vivemos de amor e luz como a Gretchen e a Cher". Voltando, os alemães buscam direitos como os de as mulheres, isto é, uma licença paternidade maior como as mães têm em países como o nosso Peru, Brasil e outros, horários de trabalho flexíveis... Tentarei buscar o artigo para que possam ler.

Então, foco... Foco... Ontem cheguei em casa às 21h e Zoe quase dormindo nos braços dela. Eu sempre saio às 17h devido ao horário flexível, mas ontem rolou até as 21h... Nisso, a mãe, Katy no caso, teve uma longa jornada de responsabilidades com Zoe, mas ao mesmo tempo, estar com ela ou com seu filho é único, intransferível e dantesco. Zoe esteve com os avós, o tio e os cachorros. Mãe 4 x 1 Pai.

Eu passei as últimas três semanas em família e, praticamente, colei Zoe a meu corpo com Super Bonder, fita crepe e pus um canudinho na boca dela para eu pudesse respirar. Pois eu sabia que depois a veria menos. Óbvio isso gerou uns esgares, aparecem algumas vozes femininas me crucificando que eu era acachapante e que espragatava minha filha contra os meu peito. Cocei meu umbigo com minha esposa, vimos filmes, nos divertimos e viajamos. Mas voltou a realidade de trabalhar, de pôr comida na mesa enquanto Katy ainda pode cuidar de Zoe sem ajuda de terceiros e regresse a trabalhar e dividamos as coisas. Mãe 4 x 2 Pai.

Zoe passará pelo menos dois anos com a mãe, aproveitando ao máximo. Eu? Saio às 17h chego às 17h30 em casa e agradecerei à vida por tudo que me deu e dá. Mãe 5 x 2 Pai.


O mesmo resultado da final da copa de 1958, Brasil 5 x 2 Suécia.


PS: Sugestão: aos que não fazem questão do robozinho do Google que existe nos comentários, poderiam eliminá-lo? hahaha esse ano puseram mil números para validar o comentário. kkk #rialto

Zoe, meu anjo, você já leva quatro noites seguidas inteiramente dormidas das 23h até as 6h. Obrigado, filhota, nosso sono agradece hehehe


Trilha
Eu Sem Você - Dolores Duran
Irene - Rodrigo Amarante







15 comentários:

  1. Tu sabe que tu tinha que bater um papo com meu maridon, ele fala e pensa que nem tu. Essa semana deu pena dele, em vez de chegar em casa as 6 e tanta da tarde chegou as 8 e tanta.... só viu o final do banho do piá e em seguida João foi nanar... meu marido ficou com palpitação, eu acho. Cara de cachorro pidão sabe? dai começou a falar desse mundo que as pessoas tem que trabalhar em vez de ficar com os filhos, que logo João ia estar um homem e nem ia querer os beijos e abraços dele, blábláblá.... me deu pena. Mas alguém tem que trabalhar né?
    Dai ele começou a falar que eu era privilegiada, podia ficar que nem um canguru (!!), com o João agarrado em mim.... mais blábláblá...

    Esquentem não, papais, os papeis de vocês são fundamentais na vida dos filhos. Eles amam esse contato tanto quanto vocês.

    Feliz 2014 meu amigo, beijos nas meninas e simbora curtir esse ano, que tá só começando!

    Beijos
    P.S:

    Ah, Hey e um beijo gigante pra ti também, Zoe lindona!

    Não morra de ciúmes, mas já pensou se nesse mundo de meu Deus Zoe e João se encontram?? ei, ei??

    Perguntaram se o piupiu do João era grande, lá na maternidade ainda... falei que era maior que o bocoió que me perguntou isso!

    ResponderExcluir
  2. HAHAHAHAHAHA...adorei o placar! Mas, viver de amor e luz é pra poucos, né?! Então, por melhor que seja a boa vontade dos pais, é preciso que alguém vá lá fora e enfrente os leões...
    A foto do dedinho da Zoe está um arraso!!!
    Bjinhos!!

    ResponderExcluir
  3. Vou ser mãe!!!! Heheeee vou ganhar do marido kkkk
    Quando meu sobrinho nasceu reparei nisso aí que disse e fiquei com dó do meu cunhado, o que tem que ser feito é o que você fez, quando tiver oportunidade grude-se ao seu filho o máximo possível...
    Zoe já esta ficando mocinha hein?! dormindo a noite toda, linda Zoe!!!!!!!!!!!!!!!
    Bjus
    http://seraquevousermae.blogspot.com/

    PS: vou ser mãe mais não agora rsrs ainda não aconteceu kkk

    ResponderExcluir
  4. Acho que todo mundo conhece alguém que perguntou dos órgãos genitais dos nascido meninos. hahaha
    Já ouviu falar que as meninas são do pai? Com o tempo esse placar pode virar, hein!? Ou quem sabe se igualar.
    Ainda estamos na fase de tentantes, mas o marido já é papai (de uma menina apaixonante) e mesmo não vivendo juntos, ela é muito apaixonada por ele. Aliás, isso foi um ponto forte quando o conheci, presenciar essa relação.
    Não se desespere! hehe

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. acho que a pergunta seria: só as mães sofrem de infelicidade, em certos momentos?
    Porque eu acho que pai tá sempre feliz, pai não se estressa, pai não tem a preocupação de mãe. E aí, tudo isso junto, pra uma mãe, é muito complicado. Vai acumulando, acumulando... veja você, desabafando aqui no su blog, mas é essa a realidade.
    Mesmo ganhando jogo (5 x 2), ainda assim, nós mulheres sofremos mais, trabalhamos mais, nos estressamos mais.
    Mas claro, temos os "menos": comemos menos, dormimos menos, nos cuidamos menos... kkkk
    Faz parte!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu me preocupo um montão rsss Todos os dias, a todo instante rss
      Estou de acordo que vocês trabalham mais, mas na minha visão, estão com a lindura nos braços. Bom, penso assim.
      Éééé, mesmo... Faz parte
      Legal saber esse lado! Obrigado ;)

      Excluir
  6. Quatro noites seguidas dormindo direto?!? Essa menina é mesmo um anjo!!! Eu só fui dormir assim quando a Nana já estava perto de completar um ano... :))

    ResponderExcluir
  7. Jorge não acredito nessa história que mãe é melhor que pai, na verdade acho que juntos, a família é melhor para as crianças, infelizmente ou felizmente não sei, tive que voltar a trabalhar e tive que deixar minhas meninas ao cuidado de estranho, que graças a Deus, elas cuida muito bem das minhas meninas, mas como gostaria de ter um trabalho com horário flexível, para não ter que sair correndo de manha e deixar minha pequenas ao prantos pois não querem que eu sai (lógico que isso não é todo dia, pois senão já tinha largado o trabalho, eu acho)

    Mas depois de um dia de trabalho tão pesado quanto o do meu marido, o trabalho pesado com crianças ainda fica mais para a mãe e olha que meu marido ajuda e muito.

    Com relação a sacanear com os pais de meninas imagina quando meu marido já ouviu e ouve até hoje, minhas filhas tem mais sogro/sogra do que tem mulher na minha cidade e olha que negócio tá feio de tanta mulher que nasce nessa cidade.

    Não se preocupe se for ai como está sendo lá em casa sua menina será super apegada a você, lá em casa a primeira palavra foi papai e olha que ficava o dia com elas na época, depois o papai era o legal e a mamãe era o “lobo mau” era a “bruxa. Kkkk também rola, olha o ciúme materno kkkkk

    Agora falando da Zoe é está ficando mais fofa a cada dia

    Deixa eu para de escrever senão meu comentário vai ficar maior que seu post kkkk


    Tri-beijos Desirée
    http://astrigemeasdemanaus.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Zoe bochechudaaa!!! Coisa gostosa!!! Muito lindo vc mostrar essa "competição" (saudável), tentando se encaixar também como parte importante do processo - e é! Alguns pais não dão a mínima... Só querem saber quando dormirão novamente uma noite inteira ou quando terão a mulher de volta para os "afazeres matrimoniais". Por aqui existe muito boa vontade de participar também. Mas a maioria das vezes falta um tantinho de paciência...
    Dormir das 23h às 6h, hein? Será que chego lá?
    bjs, família!

    ResponderExcluir
  9. P.S. quanto ao robozinho do Google... vou tentar me livrar disso (assim que eu descobrir onde).

    ResponderExcluir
  10. Olha, eu como mãe de uma menina de 1 ano e 5 meses e mãe de primeira viagem, definitivamente não acredito na máxima de que a mãe é melhor que o pai. Acho sinceramente que as mulheres sempre acham que só elas podem resolver todos os problemas dos filhos e com isto tiram um pouco o trabalho dos pais.
    Nos dois meses de cólicas absurdas da minha pequena, só quem conseguia acalmá-la era o meu marido ... e cá entre nós, eu adorava ver ele levantando e indo ao meu socorro.
    Aqui em casa meu marido tb tem horário flexível no trabalho ... ele sai de casa umas 9 horas da manhã e volta às 17 hs ... tem dias que trabalha das 12 às 18h .... Eu juro que gostaria que ele me ajudasse mais ... ficar 24 horas por dia respirando bebê às vezes dá uma surtada. Principalmente eu que vivo longe da minha família (eu outro Estado) e só posso contar comigo mesma. Mas não posso exigir demais, pq querendo ou não ... ele vem cansado do trabalho.

    Sua boneca está uma gostosura com estas bochechas gostosas !!!!!!!!!

    Beijinhos !!!

    ResponderExcluir
  11. Nos gestamos, engordamos, amamentamos... Mas amor não conta placar! E o Bento tem um amor pelo pai que é lindo de ver. Pelo que você conta, tenho certeza que por aí é a mesma coisa :)

    Agora, conta qual é a mágica para essas noites tão bem dormidas urgente! Rs!

    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Aqui em casa Marido ajuda e muito! Engraçado que na madrugada quando estou amamentando e fico conversando com ela, ele acorda e olha pra gente, pega ela no colo, coloca para arrotar, as vezes ainda sonolento, mas ele diz que gosta de participar.

    Zoe como sempre linda!!!

    ResponderExcluir
  13. Que bencaoooooo que sono gotoso rsrs ...
    Placarmais q justo não q vcs pais sejam inferiores a nos ou q sejam menos importantes q nos , não , única diferença q o (a) pedacinho de gente suga /depende de nos é algo incrível.
    Vcs são nossos portos seguro diz a esposa e o(a) filho !!!!

    Sinceramente , vc escreve muitooo bem, sinto até vergonha de postar meus humildes post com graves erros haha .

    Att

    ResponderExcluir
  14. Amigo Jorge, tô meio sem inspiração pra postar lá no meu canto, mas tenho acompanhado tudo da Zoe!!! Essa semana mesmo passamos aqui na ofner e mandamos ver numa coxinha! E contei para as minhas meninas que tenho uns amigos no Peru que quando vierem para sp vão adorar fazer isso com a gente! kkkk

    ResponderExcluir

Sigam-me os bons

Os escolhidos

Os escolhidos
Sim, porque eles nos escolheram.

Quem sou eu

Minha foto
Nasci em 1976 em São Paulo/Brasil - Brasil. Vivo em Lima/Peru. São-paulino, jornalista e pai de Zoe, minha amada filha com minha doce Katy, peruana de Lima. Sou um cara que escreve sobre experiências, crônicas e tudo que se relacionou com a gravidez múltipla dela e crescimento da filhota. Na semana 34 tivemos a ida de Mateo de volta ao paraíso. Zoe ficou para ilustrar nossa vida num 29/10/2013 e nasceu com 36 semanas. Uma prematurinha linda que cresce saudavelmente.

Seguidores