Como nascem os pais ciumentos


Vou falar por mim, e de alguns aí

Presente da tia Ritinha
Eu sempre fui anti ciúmes, menos com meus cds... Mas anti ciúmes que se uma ex dissesse "tô indo porque eu gosto do Tiririca", eu agradecia, pois não quero mais dor de cabeça com ninguém. Para que sofrer, né? Nós azaramos uma mina aqui, outra ali, namoramos outras, somos sérios, cafajestes, canalhas, não necessarimente nessa ordem e esclarecendo que eu não me encaixo em todas esses adjetivos acima, somente nos positivos. Rá!
Por inexperiencia podemos perdoar, por maldade, também, mas as meninas deveriam afastar-se de meninos problemas, daqueles que levam anos tentanto conquistar o coração do menino "x".


Há uma semana fomos à praia com Zoe, lembram? E foi eu pôr o pé no condomínio e notei um burburinho no ar. Havia uma festa no condomínio. Andando, veio um grupo de umas 4 meninas, de uns 15, ou 16 anos que, sem salto alto, deveriam ter 1,80, microssaia tamanho mini-p, tops animal print e de umbigo de fora e deixando aquele rastro de perfume pelo ar que passou por mim e Luis Miguel. Com os olhos marejados você pensa: e se fosse a minha filha? Claro, as mães já conhecem o caminho das pedras também, mas eu sou pai de uma menina e quando chegar essa fase, o que fazer? Educar e deixar, não? Todos tivemos nossa fase. Solta a linha do pipa e deixa voar.

Mais adiante mais tsunami de meninas que cheiravam a uma mistura de leite com Chanel n#5, Natura, Fendi, o que fosse... Essas nem animal print traziam, era a microssaia com a parte de cima do biquini. Vish, pensei em mudar-me pro Tibet, sabe aqueles templos metidos na rocha? Com família, mala e cuia.

Claro, esse é o pensamento do homem machista que trago nos genes (pensando comigo)... Tudo isso é muito novo para mim... Então, pensei: "Se a molecada hoje está assim, imagine em 15 anos..." Vou deixar o rio seguir seu curso, mas também vou estar na colina para qualquer emergência. Aprendi sozinho que se proibimos, os filhos fazem pelas costas e se perde a confiança...Massss, sempre um olho no gato e outro no queijo, né?

Por outro lado, aqui é muito mais sussa que muita festa que "meu primo contava" (a culpa é sempre do primo, do irmão, do amigo da firma, né?) no Brasil. Mas esse apego misturado com ciúme é amor, gente rs.. Mentira, não creio que ciúme seja amor. Tirando isso de ciume, há um lado de segurança, e a galera masculina tem seus artifícios para desequilibrar a uma menina... Sejam coisas lícitas ou não... É instruir e educar, as coisas como são, preto no preto, branco no branco.

Eu tô me preparando para estes momentos... Todo mundo pensa no menino bom para a filha, né? Aquele que é educadíssimo, conta piada, até muda de time pelo sogro, mas cá entre nós, esse filme é como Sessão da Tarde, eu já vi mil vezes.


Nominando

Luciano na Hebe há muitos (muitos, mesmo hahaha):
- Ah, Hebe, uma vez uma fã disse: "pus o nome do seu irmão no meu filho". E eu perguntei:
- Ah, senhora, você pôs Zezé, não?
- Não, Luciano, eu pus Mirosmar!
A cara do Luciano foi de "porqueeeeee???" rs
Vocês pensaram assim, de uma forma espiritual, gramaticalmente correta e quase que de no-bullying (Não poria Romario nem a pau, juvenal!)


Eu queria "Mabel" antes de me apaixonar por "Zoe".



A mais nova criação do capeta chegou até aqui.
Cotonete: mil e uma utilidades de um bombril

(Publicação antiga, de 2013)
Zoe teve um quadro de obstipação, mais conhecida em todos os banheiros como prisão de ventre. E sofreu uma meia hora até que pedimos auxílio ao pediatra. Ele foi categórico: "usem a metade um supositório de glicerina". Usamos e, em 10 segundos, Zoe já estava evacuando. Três dias é o limite para um bebê estar sem sujar as fraldas com o #2. Mas o bom é que não introduzimos o supositório, ou seja, o que "ativou" Zoe foi o toque ao pressionar essa região.  Lembrei de uma receita que li em um livro: a pontinha do cotonete com óleo Johnsons, somente de toquinhos na "porta" e voilá! Também funcionou! O supositório deslizava muito entre os dedos, o cotonete não, além do mais fácil de manusear, era "menor". Não introduzimos, apenas "batendo  na porta".


Em 6 meses aqui, tenho 30.000 visualizações. É bom isso? Espero estar a ajudar como vocês me ajudam. 


Hoje acordei inspirado... hehe

Trilha
A Day in Life -  The Beatles











10 comentários:

  1. Jorge,

    Mas já?
    kkkkkkkkkkk

    Acho que Zoe será muito bem orientada por vcs!
    Quando eu era adolescente (isso não faz tanto tempo assim heheh), todas as vezes que a galera inventava alguma coisa maluca pra fazer eu dava pra trás... Por que? Porque eu só pensava no amor que eu tinha dos meus pais e não queria perder isso! Essa sensação de apoio e segurança que eles me deram me fazia ter coragem de negar qualquer cheiro de cilada!

    Por isso acredito na criação com apego e muito amor.

    Abraço pra família toda!
    http://www.cartaparaacegonha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Super de meu interesse! E na boa, o sofrimento é inevitável. Graças ao É o Tchan, mulheres fruta e todo resto destas tranqueiras, a criação de meninas no período da adolescência se tornou muito mais difícil. Mas o meu mantra é viver um dia de cada vez.
    Esperemos que nossas filhas fujam à regra.

    ResponderExcluir
  3. Parabens seu blog e show... li esse post e vi meu marido rsrs
    Felicidades e saude pra vcs, a Zoe e liiiiinda.

    ResponderExcluir
  4. Eu sou ciumenta pacas!!! E receio ser uma sogra puuunk!!! Enfim...acho que a forma como vc vai mostrar o mundo a ela é o que importa...apesar de ser da geração que teve o É o Tchan no carnaval, por exemplo, jamais gostei de me vestir como tal...até porque meus pais e minha avó não deixariam eu sair desse jeito...sua preocupação é plausível mas não sofra agora! HAHAHAHAHAHAHA
    Mabel...é bonito, mas prefiro Zoe!! Mabel é personagem de um livro do Llosa que estou lendo e ela não é muito bacana...
    Dan nunca teve prisão de ventre. Ao contrário, é um pato até hoje!! HAHAHAHAHAHAHA

    ResponderExcluir
  5. Filhos bem orientados não são influenciados facilmente... como a Myriam fiz parte da geração É o Tchan e nem por isso sair por aí desfilando de roupas minúsculas e se rebolando de forma erotizada. Acredito que sua Zoe futuramente trilhará seu próprio caminho espelhada sempre nos seus ensinamentos. Abraço!!!!

    ResponderExcluir
  6. Não sabia essa do cotonete... e sabe que os médicos por aqui dizem que os bbs podem ficar até 8 dias sem fazer o nro 2?
    Absurdo!
    Nina, graças a Deus é uma menina "cagona" hehehe.... no bom sentido... ô intestino bom que essa menina tem! sempre teve!
    Beijos em vcs!

    ResponderExcluir
  7. Hahaha eu tenho um menino e sou MUITO ciumenta. Podemos apresentar o Felipe à Zoe, porque ele só vai poder namorar quando tiver 45 anos, hahaha. Antes disso, eu vou junto.
    Brincadeira: acho que a orientação vem de casa, eu também nunca me meti em encrencas porque pensava em meus pais, no quanto eles iam sofrer com isso.
    Quanto a prisão de ventre, é por conta do leite, o Fefe também tinha bastante. Quando começar os suquinhos e papinhas isso vai regularizar, vocês poderão balancear a dieta dando um alimento que solte, outro que prende... o Fefê tem 21 meses e nunca mais teve prisão de ventre, hoje ele é meio pato e a gente fica fazendo revezamento nas trocas de fraldas (sim, o aroma depois das papinhas é de matar) :o)

    ResponderExcluir
  8. Jorge com relação a constipação da Zoe vou lhe recomendar o que a pediatra das meninas nos recomendou, colocar a ameixa na água e com essa água (sem a ameixa é claro), fazer a mamada da criança a Andressa tinha esse problema, entào quando fizemos isso, ela melhorou bastante e não precisou mais dessas ajudas externas para evacuar.

    Tri-beijos Desirée
    http://astrigemeasdemanaus.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Sim, dancei É o Tchan e tinha o shortinho da Carla Perez. hehe
    Mas nem sabia o que estava fazendo, logo com a adolescência vieram centenas de crises e tudo que eu queria era me esconder.
    É, tive muitas épocas e sempre andei meio solta, mas com a cabeça no lugar. Acho que cada um tem que passar uma certa dose de desilusões, é a vida!

    ResponderExcluir
  10. Jorge,
    muitas vezes eu me pego pensando igualzinho: "E se fossem meus filhos?" Fiquei alarmada com a pesquisa Pense, com jovens de 14 anos - http://saladeimprensa.ibge.gov.br/noticias?view=noticia&id=1&idnoticia=2405&busca=1&t=pense-2012-mais-um-quarto-estudantes-13-15-anos-idade-ja-dirigiu
    Mas aí me lembro de outra pesquisa, feita anos atrás, com jovens que diziam não para drogas e outros comportamentos. Sabe o que eles tinham em comum? A frase: "Sempre penso em meus pais. Eles confiam em mim e eu ficaria muito chateado de decepcioná-los." Tá entregue a Deus...
    ;)
    Beijos!!!

    ResponderExcluir

Sigam-me os bons

Os escolhidos

Os escolhidos
Sim, porque eles nos escolheram.

Quem sou eu

Minha foto
Nasci em 1976 em São Paulo/Brasil - Brasil. Vivo em Lima/Peru. São-paulino, jornalista e pai de Zoe, minha amada filha com minha doce Katy, peruana de Lima. Sou um cara que escreve sobre experiências, crônicas e tudo que se relacionou com a gravidez múltipla dela e crescimento da filhota. Na semana 34 tivemos a ida de Mateo de volta ao paraíso. Zoe ficou para ilustrar nossa vida num 29/10/2013 e nasceu com 36 semanas. Uma prematurinha linda que cresce saudavelmente.

Seguidores