O quarteto fantástico


US - ultrassom/ us - nós em inglês


O ultrassom é uma caixinha bonitinha, é um telescópio mágico que pode inflar seu coração e descargar endorfina pelo corpo. Muita endorfina ou nada. A escolha do gineco que nos acompanha foi por acaso, a atendente da clínica disse que o Dr Da Silva tinha um aparelho de ultrassom em seu próprio consultório. Você pode escolher um que não tenha, mas aí tem de fazer o pedido por fora. Muitas mulheres, como amigas de Katy, somente fizeram ultrassom a cada trimestre, sendo o último, semanas antes do nascimento. Mas nós não, a cada visita m-e-n-s-a-l (até a semana 32), sempre fazíamos uma verificação geral. O dr Da Silva sempre foi muito tranquilo, sempre acalmava minha esposa e sua bateria antiaérea de perguntas. Ele muito profissional respondia a tudo. Seu aparelho é um modelo de faz leituras 2D, nada muito avançado, mas suficiente para ver desde os ossinhos até o nariz. As que fizemos em 4D eram máquinas do tempo, possantes e arrojadas.


Este foi o nosso segundo ultrassom, o primeiro não tinha nada ainda, mas este mostra os quatro fantásticos juntos. Depois de duas semanas viriam a ser os super-gêmeos.






































PD: A amiga de minha esposa, a que comentei ontem, perdeu o seu embrião...



Trilha
Paint it Black - The Rolling Stones
Carnavalia - Tribalistas
Taa Deem - Asian Dub Foundation

4 comentários:

  1. Acho que é bom mesmo um medico que tenha esse aparelho em consultório, acredito que passe mais confiança...
    =( poxaaa sinto muito pela perda dela¬¬
    Bjus
    http://seraquevousermae.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. O meu obstetra também tinha uma aparelho assim era muito legal ver as meninas toda vez que íamos no consultório, mas também fazíamos fora aquele ultrassom mais específicos.

    Sobre a amiga de Kety, é uma pena, quem sabe não era chance dessa moça evoluir, mas Deus sabe tudo, confiemos que ele fez o que era melhor.

    Tri-beijos Desirée
    http://astrigemeasdemanaus.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Lembro que eu queria era poder ter um aparelho dentro de casa!! Hahahahahahaha #alocka
    E eu era tão doida que às vezes ia em duas médicas diferentes pra confirmar o que a outra tinha dito no ultassom...#alocka2
    Eu fiquei aqui pensando se agora que ela já sabia que estava gerando uma vida, quando a vida se foi será que ela não sentiu muito ter perdido essa chance? Mas a gente não pode querer entender demais o destino porque, né?! Há coisas lá por cima que a gente fica só na vontade de entender...mas fiquei triste...

    ResponderExcluir
  4. Adoraria ter feitos os US´s em 3D, 4D, mas na minha gravidez não consegui chegar nessa etapa devido prematuridade de meu parto. A vantagem em ir em um dr. que já tenha um desses em seu consultório é que super controla a ansiedade da grávida (rsrs) para ver e saber se está tudo bem com o seu bebê, pois na maioria, há a consulta e temos que agendar em outro lugar...espera...vai e faz o US e retorna à consulta com o obstetra. Aí já viu rsrs
    Quanto à amiga de sua esposa, uma pena, pois qualquer perda é sempre dolorosa.
    Abraços,
    Larissa Andrade.

    http://maternidadeecotidiano.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Sigam-me os bons

Os escolhidos

Os escolhidos
Sim, porque eles nos escolheram.

Quem sou eu

Minha foto
Nasci em 1976 em São Paulo/Brasil - Brasil. Vivo em Lima/Peru. São-paulino, jornalista e pai de Zoe, minha amada filha com minha doce Katy, peruana de Lima. Sou um cara que escreve sobre experiências, crônicas e tudo que se relacionou com a gravidez múltipla dela e crescimento da filhota. Na semana 34 tivemos a ida de Mateo de volta ao paraíso. Zoe ficou para ilustrar nossa vida num 29/10/2013 e nasceu com 36 semanas. Uma prematurinha linda que cresce saudavelmente.

Seguidores