Saudade: o inferno e o céu diário



O inferno

Há umas semanas atrás, antes do ocorrido com Mateo, a madrinha brasileira de Zoe (sim temos padrinhos peruanos e brasileiros) nos perguntou se sentíamos falta dos outros embriões que não evoluíram. Katy disse que não porque não tinha uma opinião formada, mas disse que não muito, ainda que fossem vidas. Eu sempre recordo dos quatro. Os dois primeiros pela curiosidade se seriam meninos, meninas ou outro casal. Mateo tinha um corpanzil que dava para sentir pela barriga quando dormia e o torso caía pela direita de Katy ou quando ele usava as costelas dela como escada. Ahhhh, como não sentir sua falta... E como ajudar a psicologia da esposa, a sua, o trabalho? Onde alimentar a força agora, Yoda?

Na maioria dos dias temos a alegria estampada na cara, mas em outros, é difícil não lembrar dele com uma saudade que incinera a mente. Ahhh, por que isso... Nessas horas, por favor, é difícil acreditar nisso de "plano divino"... Não seria mais fácil nos pôr em um mundo com unicórnios, onde todas as pessoas de boa índole vivam juntas?... Todas com saúde. Um lugar onde não há a necessidade de advogados criminais, nem de polícia, nem de médicos que curam (todos seríamos imunes),  somente médicos parteiros e doulas e  nem nada dessas instituições...

Li relatos de mulheres como os da Adriana Nunes e a Camila Furtado no blog Tudo Sobre Minha Mãe. Minha mãe também perdeu... A mãe de uma amiga querida perdeu faltando 15 dias para o nascimento... São mais números, histórias que deixam saudade...


Neste exato momento, há uma mãe que passa por situações piores às que passamos.


Que todas as crianças desaparecidas, reapareçam felizes.
Que todas as crianças assassinadas, reapareçam felizes.
Que todas as crianças estupradas, reapareçam felizes.
Que todas as crianças espancadas, reapareçam felizes.
Que todas as crianças estupradas, reapareçam felizes.
Que todas as crianças prostituídas, reapareçam felizes.
Que todas as crianças sequestradas, reapareçam felizes.
Que todas as crianças vendidas, reapareçam felizes.
E que coisas assim ou do tipo, cessem. Já basta.


Nesses casos acima descritos, eu gostaria de parafrasear a Georges (Jean-Louis Trintignant) no magnífico filme ("Amor", 2012), a todas as pessoas que praticaram estas atrocidades, ou de todo tipo, contra crianças:"desejo do fundo do meu coração, que lhe passe o mesmo e que você não tenham como se defender". Mas se eu pedir isso acumularei mais uns karmas pela fúria...Melhor seguir o caminho da paz e da traquilidade.



Dia Mundial do Prematuro


Ontem foi seu dia no calendário. Você (s) criança (s) que nasceu (ram) antes do tempo, celebre com um coração ardende de alegria com seus pais. Eu nasci depois do tempo, com 43 semanas, depois que o médico de minha mãe "esperou demais" (fdp) e quase morri... Passei nove dias na incubadora. E por obra milagrosa, estou são. Valeu por mais essa.





































O céu

O que nos faz felizes é ver o sorriso de Zoe e querer levar a mensagem de paz e força a quem for





Tenho SETE borradores incompletos... Ah, essa cabecinha...


Trilha
Me Leva - Tim Maia
Me Liga - Os Paralamas do Sucesso
Me Beija - Lobão
Me Deixa - O Rappa
Me Adora - Pitty

9 comentários:

  1. Às vezes eu me pergunto por que os bons e não os ruins! É difícil, muito difícil de aceitarmos.
    Estamos passando por momentos difíceis em nossa família e me pergunto isso a todo momento. Mas me agarro em bons pensamentos, tento afastar o medo, rezo para acalmar meu coração e peço a Deus para nos ajudar. Às vezes, dá certo, outras não.
    Que Deus sempre nos guie, nos proteja e nos olhe.
    Abraço pra vocês!

    ResponderExcluir
  2. Jorge que coisa mais linda é Zoe, as minhas meninas também nasceram prematuras.

    Tri-beijos Desirée
    http://astrigemeasdemanaus.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ahhhh a saudade, sinto saudades do filho que nunca tive, imagino que não seja nada fácil senti-la de algum que você já teve....
    Eu desejo que as pessoas que fazem isso que você citou com as crianças passem o mesmo ou algo bem pior sem poder se defender, assim como as crianças passam, mais também evito falar pois a raiva que me da é grande.
    Parabéns a Zoe pelo dia do prematuro, que ela continue crescendo linda e saudavel =)
    Bjus
    http://seraquevousermae.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Acho que vc faz muito bem em olhar para Zoe e se deixar ser feliz e sem furia...não é muito facil, mas talvez desejar o mal seja pior...e olha que tive algumas boas razões na vida pra desejar muito mal e vou lhe dizer, não me trouxe paz...seguir adiante ainda é a melhor solução...
    Zoe, vc é uma boneca linda! Uma delicinha mesmo e confesso que dá vontade de dar uma mordidinha só de leve!! Hahahahahahahahaha
    Parabéns pra vcs por esse milagre! Passei a me sentir mais poderosa depois que pus um filho no mundo. Parece tarefa fácil mas nénão!!!

    ResponderExcluir
  5. É querido Jorge entendo seus questiomentos vc já viu que ando fazendo muitos tb, mas é natural somos seres humanos em processo evolutivo e certas coisas ainda fogem completamente ao nosso entendimento, mas o tempo é senhor de tudo, leva as dores e conforta!

    A Zoe é uma princesa linda!

    Beijos e muita luz!

    ResponderExcluir
  6. Fico feliz que vcs tenham encontrado no sorriso da Zoe motivação para levar uma mensagem de paz e de força a quem precise. Tudo de melhor na vida de vcs!! Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Eu entendo a saudade que você sente do Mateo! Sinto muito... Mas graças a Deus a Zoe tá bem pra te dar muitas e muitas alegrias! Beijo pra vcs!

    ResponderExcluir
  8. Eu imagino a dor que essa saudade provoca, Jorge... Acho que só o tempo para amenizá-la...

    Graças a Deus, Zoe está aí, linda e fofa para lhes dar motivação e alegria, né?
    Abç!

    ResponderExcluir
  9. Mano, eu aprendi através de uma pessoa, que o ser humano não tem memória de dor. É como se a gente lembrasse o que sofreu, sente a tristeza, mas não a intensidade da dor na exata proporção do momento vivido. O fato é que esses momentos tristes e pesados são substituídos pela força dos dias bons. Com certeza a Zoe - já tomei a liberdade de chamar de Zo-Zo lá em casa - trará uma eternidade de dias maravilhosos.

    ResponderExcluir

Sigam-me os bons

Os escolhidos

Os escolhidos
Sim, porque eles nos escolheram.

Quem sou eu

Minha foto
Nasci em 1976 em São Paulo/Brasil - Brasil. Vivo em Lima/Peru. São-paulino, jornalista e pai de Zoe, minha amada filha com minha doce Katy, peruana de Lima. Sou um cara que escreve sobre experiências, crônicas e tudo que se relacionou com a gravidez múltipla dela e crescimento da filhota. Na semana 34 tivemos a ida de Mateo de volta ao paraíso. Zoe ficou para ilustrar nossa vida num 29/10/2013 e nasceu com 36 semanas. Uma prematurinha linda que cresce saudavelmente.

Seguidores