"No silêncio eu não ouço meus gritos"


...um bebê que chorou dentro da barriga. Foi Mateo.

Há uns dois meses atrás, eu publiquei um relato sobre isso no dia em que ocorreu... E apaguei horas depois por superstição. Mas Katy e eu lembramos claramente que ouvimos um "chorinho" de criança que veio de sua barriga, e veio do lado do Mateo. Depois de reagir ao evento com um "você ouviu?", revirei a web em busca de relatos e não achei nada, já que isso naturalmente é impossível. Alguns diziam haver ouvido. Chamei ao médico, aquele sanguedebarata que foi o nosso primeiro GO, e ele por telefone confirmou o que qualquer médico diria: "é impossível". No dia seguinte, já no consultório, comentamos o ocorrido e ele, como se fosse o Colosso de Rodes em forma de gelo, nos olhou como se dissesse: "vocês dois são uns lunáticos". Eu não sei de que esse doutor vai morrer, mas eu sei que de coração ele não vai, pois isso ele não tem. A vida é um bumerangue, dr., tudo tem volta.

No dia 16 de outubro Mateo ainda estava vivo e tinham, junto a Zoe obviamente, 34 semanas. Era aniversário do meu irmão neste dia. Durante a madrugada do dia 17 ainda sentíamos seus batimentos. Tenho a clara certeza que senti sua energia... Um feixe de luz atravessava meus dedos. Zoe nasceu com 36 semanas.

Às vezes em casa, durante a noite, enquanto caminho pela casa com Zoe, ela olha um ponto fixo no teto e sorri... Viajo em meu mundo particular pensando que é Mateo, como um anjo para ela. Zoe nunca nos dá esse trabalho olímpico que dão outros bebês, ela não chora de estresse, nem de nada... Às vezes penso que é ela, as vezes penso que somos nós, nós que passamos por algo terrível e que a vida disse "já basta nessa casa".

Sei que isso parece um prolegômeno, mas não estou buscando uma resposta e muito menos um consolo. Quero apenas estar em paz comigo. E por acaso, caiu hoje.

O desenho abaixo era para o dia 17 de outubro, data de sua ida de regresso ao paraíso. Foi o último que fiz dos gêmeos...

 Paz.








 













































Trilha


Song for a Son - The Smashing Pumpkins


13 comentários:

  1. Amigo, não sei nem o que te dizer, mesmo nunca tendo ouvido um relato parecido, acredito que vcs ouviram o pequeno Mateo dizer o seu até logo, quem sabe lá de cima ele não esteja protegendo a irmã, por isso ela se sente tranquila.

    Tri-beijos Desirée
    http://astrigemeasdemanaus.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Nossa, me arrepiei com essa história!
    Será que foi um sinal? Um aviso?!?
    Acredito que Zoe possa vê-lo. As crianças, os bebês tem esse "poder". E sim, ele deve estar protegendo-a. ele tem essa missão agora!
    bjs!

    ResponderExcluir
  3. Nossa! Arrepiante e emocionante! Muita força e paz para vocês!
    Forte abraço
    http://fraldasparaquetequero.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Acredito sim no que diz, canso de dizer e ouvir meu pai dizer que "os medicos não sabem de nada" rsrs.
    Acho sim que Zoe pode vê-lo, crianças são anjos e são puras, tem privilégios que nós não temos!
    Bjus
    http://seraquevousermae.blogspot.com.br/

    **muito obrigada pelas palavras la no blog =)

    ResponderExcluir
  5. Amigo, não existem palavras. O seu fechamento foi perfeito e poderoso, repito em forma do que desejo para vocês.

    Paz.

    ResponderExcluir
  6. Não sei o que te dizer... Eu me lembro do post sobre o choro e devo ser lunática tb, porque acreditei no exato momento em que li! Um dia, talvez, a gente entenda o porquê de tudo isso. Eu tb acho que Zoe e Mateo terão um vínculo sim e sempre achei que bebês "enxergam" mais do que podemos ver...
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Minha mãe relata que ouviu o meu irmão mais velho também chorar em sua barriga. Ele nasceu de 39 semanas e é muito saudável até hoje. Não sei se o Mateo estava se despedindo de vcs, mas com certeza vcs não são lunáticos. É a primeira vez que ouço falar que alguém além da minha mãe ouviu um bebê chorar na barriga, mas saibam que vcs não são os únicos. A 38 anos anos atrás a minha mãe também ouviu o seu bebê chorar ainda na sua barriga. Abraço!!!

    ResponderExcluir
  8. Ela mais do que ninguém sente o irmaozinho é um laço q ficará p sempre .
    Guilherme nasceu dia 04 de novembro Jorge :-) bem próximos .
    Médico ? São poucos q agem com o coração , o meu foi definitivamente um cesarista , eu procuro n ficar pensando o q importa é q ocorreu td bem.
    Fiquem bem família linda

    ResponderExcluir
  9. Eu acredito. Quando meu bebe se foi no meu ventre eu tb sabia. Eu não queria acreditar, pensava em outras coisas, mas no fundo eu sabia. Algo dentro de mim me dizia que as coisas não estavam bem. E não estavam mesmo. Só a gente sabe, só a gente sente.

    ResponderExcluir
  10. Como não se emocionar com um relato desses?! E que final mais lindo!!! Zoe terá um anjo da guarda sempre por perto!! ;)

    ResponderExcluir
  11. Jorge,

    sempre me emociono com seus relatos, tão lindos, tão cheios de amor!
    Acredite no que você quiser acreditar, afinal quem viveu o momento foi vocês. Eu acredito!
    Mateo sempre estará com Zoe.

    Beijos
    Carina

    ResponderExcluir
  12. Nossa! Fiquei arrepiada aqui!!!
    Eu acredito muito que Mateo sempre estará com vcs. Que bacana que vcs têm a percepção para sentir isso.

    ResponderExcluir
  13. Uau, me arrepiei toda, Jorge! Sabe que é como Shakespeare já disse: "Há mais mistérios entre o céu e a terra, do que toda a nossa vã filosofia..." Pura verdade! Explicação não tem! Sei que você é um cara muito sensitivo, certas coisas não é qualquer um que pode ver ou ouvir. E não importa o que o médico ou o que céticos digam.
    Beijo, Rita

    ResponderExcluir

Sigam-me os bons

Os escolhidos

Os escolhidos
Sim, porque eles nos escolheram.

Quem sou eu

Minha foto
Nasci em 1976 em São Paulo/Brasil - Brasil. Vivo em Lima/Peru. São-paulino, jornalista e pai de Zoe, minha amada filha com minha doce Katy, peruana de Lima. Sou um cara que escreve sobre experiências, crônicas e tudo que se relacionou com a gravidez múltipla dela e crescimento da filhota. Na semana 34 tivemos a ida de Mateo de volta ao paraíso. Zoe ficou para ilustrar nossa vida num 29/10/2013 e nasceu com 36 semanas. Uma prematurinha linda que cresce saudavelmente.

Seguidores