O Chá dos Bebês - parte 2



Eles nem nasceram e o já posso dizer que o chá de bebê dos bebês foi um delicioso parto.
Katy e sua melhor amiga, Annamore, armaram tudo com o auxilio luxuoso de Jean-Marie, outra amiga delas. Minha esposa tem uma agenda mais flexível que a minha, eu não posso sair para ajudar antes das 17h. Então me dediquei a apoia-las depois desse horário. Na sexta, um dia antes, quase tudo ficou pronto. Exceção dos salgadinhos e docinhos que chegariam uma hora antes do eventos.

Escolhemos a manhã para realizar, mais fresco apesar do frio limenho. Ajustamos tudo até que os salgadinhos não chegaram. Não vou comentar sobre a tranquilidade de Katy que foi pro saco. A empresa atrasou e chegou depois de haver começado o chá de bebê. Por sorte, haviam poucos convidados e esses ajudaram a pôr tudo em ordem.

Tudo pronto, tudo lindo. Azul e rosa nas forminhas de doces, chocolates, balinhas, balões em forma de bebês, bexigas... Alegria, amigos, família. Éramos foliões em um carnaval de sentimentos, cheio de projeções e expectativas.

Os nenéns seguem crescendo e possuem uns chutes semelhantes ao do Branco jogando contra a Holanda em EUA 1994. Zoe se moveu tanto o domingo, parecia estar numa piscina num dia de domingo, divertindo-se. Aliás, dormir já se tornou uma tarefa titânica. Como os gêmeos estão com uma cabeça para cada lado, se Katy vira para a esquerda ou direita, cada um por seu lado protesta e chuta quando se "sente apertado" hehehe.

PD: As crianças, ainda na barriga foram ao seu primeiro concerto musical: Los Fabulosos Cadillacs.
Um grupo argentino, um dos maiores da américa latina. Pena que nunca chegaram com força ao Brasil... Mas em muitos países da região e aqui no Peru, são vistos como deuses. São realmente fabulosos.