O desejante eterno


Sim, esse é meu novo status: pai desejante.

Desejante de ter mais filhos. Desejante de ter mais filhos em um mundo melhor. Desejante de ter mais filhos em um mundo melhor onde pais e filhos não tenham de conviver com notícias negativas.  Desejante de ter mais filhos em um mundo melhor onde pais e filhos não tenham de conviver com notícias negativas que lemos, ouvimos e passamos. Desejante de ter mais filhos em um mundo melhor onde pais e filhos não tenham de conviver com notícias negativas que lemos, ouvimos e passamos. Desejante de ter mais filhos em um mundo melhor onde pais e filhos não tenham de conviver com notícias negativas que lemos, ouvimos e passamos e que não passe com mais ninguém.

Desejante de ter mais filhos. Desejante de ter mais filhos, todos saudáveis e arrebentando o dente em pirulitos que não dão cáries. Desejante de ter mais filhos que caem do trepa-trepa e não quebram mais os ossos, somente uns arranhões para pôr aquele band-aid bonito que é comentando pelos amiguinhos da escola. Desejante de ter mais filhos brincando com seus filhos. Desejante de ter mais filhos pensando que seus pais são super-herois debaixo da camisa grudenta-com-marca-de-suor-em-forma-de-pizza-na-axila e da mãe que não passa pelo salão e tem os cabelos eletrificados...

Desejante de ser tentante e depois gestante (porque pai também tem 50% ali dentro e sente certos sintomas físicos da mãe hehe) para assim ser uma pessoa melhor.

Mas depois desses pimpolhos, eu realmente páro. Esses 7 meses, até agora, foram tranquilos fisicamente. Mas o fator psicológico é digno dos 12 Trabalhos de Hércules. Não que eu reclame, longe de mim isso, mas o corpo "pede água" também, não? Aliás, já estamos quase na semana 30, e dormir 2 horas seguidas para Katy há sido uma tarefa para a Liga da Justiça. Sabe aquele narrador "Enquanto isso na Sala da Justiça...", lá em casa é "Enquanto isso, no quarto de Zoe e Mateo... A mamãe tem o pulmão pisoteado docemente pelos pezinhos de ambos, o diafragma como saco de areia, as costelas são uma escada para Mateo e o umbigo... Ah, o umbigo, parece uma régua de engenheiro, em "T".


Desejante de VER mais filhos felizes. E pais (pai-mãe/ pai-pai/ mãe-mãe) também.

6 comentários:

  1. Como futura Mãe (creio que um dia sereia Mãe rsrs) acho lindo um pai escrever tudo isso e também sou desejante de ter filhos! rsrs
    Coitada da Katy, ela "sofre" um bocado né?! mais acredito que valera a pena cada dor e "sacrifício".... já já termina e vocês terão os meninos nos braços...
    Bjus
    http://seraquevousermae.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mima, que honra "ver-te" por aqui, sempre vejo seus comentários pela blogsfera materna :). Creia e não desista. Estamos torcendo por vcs :). Ela "sofre", mas na verdade, cansa um pouco, há noites em que ela quase chora querendo dormir um pouco. bjs

      Excluir
  2. Jorge, tudo bem? Eu tinha certeza que tinha comentado de manhã... mas acho que fiz alguma coisa errada! rsrsrs
    Enfim, compartilho dos seus desejos... Tb desejo mais amor nesse mundo, por favor! Mais amor de mãe e pai no coração, um mundo melhor pra todo mundo, ai, ai (suspiro...)
    E como eu te disse, sou madrinha de 2 moleques gêmeos! Sim, minha amiga me deu os 2 para batizar, olha o tamanho da honra!!! Eles têm a idade da Isabella (6 anos) e são muito amigos dela. Dá trabalho sim, mas é alegria em dobro, não é clichê!!! Vocês vão curtir muito! bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lilian, rs Bom lhe "rever" aqui rs.
      Olha só! Os dois! Que responsa! Vai ver que sua amiga sabia que você daria conta do recado, é uma honra. Nós dividimos 4 padrinhos, dois peruanos e dois brasileiros. Mas dê duas dicas, sim rs bjs

      Excluir
  3. Jorge realmente parece que depois que descobriremos que seremos pais ou mães desejamos que o mundo seja melhor para eles, desejo que nenhuma maldade se aproxima da coisa que mais amamos. E vc vai ver que amor cresce a cada contato com nosso filhos, que mesmo que não acreditemos esse amor cresce, que se pudesse sofreríamos no lugar deles.

    Tri-beijos Desirée
    http://astrigemeasdemanaus.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Vejo que já estão treinando as noites em claro! Que bomque vc está apoiando a Katy! Faz toda a diferença!! Um mundo mais humano e doce é o desejo de todas as pessoas de bem. Que não sejamos apenas tentantes! Precisamos realizar!!

    ResponderExcluir

Sigam-me os bons

Os escolhidos

Os escolhidos
Sim, porque eles nos escolheram.

Quem sou eu

Minha foto
Nasci em 1976 em São Paulo/Brasil - Brasil. Vivo em Lima/Peru. São-paulino, jornalista e pai de Zoe, minha amada filha com minha doce Katy, peruana de Lima. Sou um cara que escreve sobre experiências, crônicas e tudo que se relacionou com a gravidez múltipla dela e crescimento da filhota. Na semana 34 tivemos a ida de Mateo de volta ao paraíso. Zoe ficou para ilustrar nossa vida num 29/10/2013 e nasceu com 36 semanas. Uma prematurinha linda que cresce saudavelmente.

Seguidores